<
>

Dupla do PSG relata ofensas do árbitro em semi contra o City: 'Se falamos isso, somos suspensos a hora'

play
Champions: Jogadores do City vão à loucura e fazem a festa no vestiário após garantir vaga na final (0:26)

Equipe de Pep Guardiola eliminou o PSG e vai decidir a Champions League | @zacksteffen_ (0:26)

O PSG não conseguiu repetir o feito da última temporada e se classificar para a final da Champions League. Mas alguns jogadores tiveram outros motivos para se irritar: possíveis xingamentos do árbitro.

O primeiro a reclamar foi o meio-campista Ander Herrera. Em entrevista à RMC, o espanhol disse que viu o árbitro Bjorn Kuipers disparar palavrões contra seu companheiro Esteban Paredes.

“O árbitro disse f***-se ao Paredes. Falamos de respeito, mas se dissermos isso, são três ou quatro jogos (de suspensão)”, reclamou o camisa 21.

Protagonista do PSG na partida, Verrati foi outro a reclamar à RMC, mas com xingamentos que ele mesmo sofreu.

"Ele também me disse f***-se, duas vezes. Se eu disser f***-se levo dez partidas (de suspensão)", afirmou.

Os minutos finais da partida foram de clima quente entre jogadores dos dois times. Tudo começou com a expulsão de Ángel Di María, que deu pisão em Fernandinho em duelo fora das quatro linhas.

Depois, outros jogadores chegaram a discutir ou fazer faltas mais duras e foram punidos com cartão, como foram os casos de De Bruyne e Kimpembe.