<
>

Magoado? Ex-Real diz que não recebeu nem parabéns de Zidane e Florentino por título na Inter

play
O ataque de ouro! Como Lukaku e Lautaro levaram a Inter de Milão ao topo da Itália após 11 anos (1:30)

Nerazzurri conquistaram o título nacional inédito desde 2010, quando tinham Sneijder, Eto'o e Milito (1:30)

Achraf Hakimi participou do programa de tv El Chiringuito e recebeu mensagens de familiares e amigos o parabenizando pelo título conquistado com a Inter de Milão, no domingo, após o empate da Atalanta com o Sassuolo por 1 a 1.

O lateral, no entanto, que atuou pelo Real Madrid, revelou que não foi sequer procurado pelo técnico Zinedine Zídane e nem pelo presidente Florentino Pérez.

''De momento, nem Zidane nem Florentino me deram os parabéns'', disse o jogador.

Hakimi contou ainda detalhes de sua saída do clube merengue e admitiu que não queria ter deixado Santiago Bernabéu.

''Todos disseram que eu não quis lutar pelo meu lugar, mas a verdade é que sempre deixei claro que o Real Madrid é a minha casa e que gostaria de ter ficado. Fui o primeiro a pedir para ficar e ganhar o meu lugar, porque me sentia capaz disso'', disse o marroquino.

play
1:30

O ataque de ouro! Como Lukaku e Lautaro levaram a Inter de Milão ao topo da Itália após 11 anos

Nerazzurri conquistaram o título nacional inédito desde 2010, quando tinham Sneijder, Eto'o e Milito

O jogador foi revelado no time merengue e assinou seu primeiro contrato profissional como clube em 2017. Um ano depois, foi emprestado ao Borussia Dortmund, onde ficou por quase dois anos e ganhou visibilidade. Em 2020, foi vendido para o time italiano por 45 milhões de euros (R$ 273 milhões na época).