<
>

Libertadores: Santos recebe o The Strongest, que demitiu técnico recentemente e é 'saco de pancadas' de brasileiros

Zerado na Conmebol Libertadores, o Santos terá a grande chance de começar uma arrancada pela recuperação nesta terça-feira (4). Jogando na Vila Belmiro, o Peixe recebe o The Strongest, que vive momento semelhante ao clube paulista, mas com histórico de 'saco de pancadas' no Brasil.

As duas equipes ainda não somaram pontos na atual edição do torneio continental. Ambos perderam os dois jogos para Boca Juniors e Barcelona, líderes do grupo C, com seis pontos cada.


Demissão de treinador

Assim como o Santos, que viu Ariel Holan pedir demissão após a derrota para o Corinthians, o The Strongest também trocou de treinador recentemente.

Após a derrota para o Boca Juniors, por 1 a 0, na estreia da Libertadores, no Hernando Siles, o clube boliviano optou por demitir o técnico Alberto Llanes. Para o seu lugar chegou Gustavo Florentín. O paraguaio estreou na derrota por 4 a 0 para o Barcelona, em Guayaquil.


Histórico negativo no Brasil

Jogando em solo brasileiro, o The Strongest tem um repertório para lá de negativo. Em 14 jogos contra clubes brasileiros, o Tigre perdeu 13 e venceu apenas um.

A única vitória foi em cima do São Paulo, em 2016, pela 2ª rodada do grupo A. Na ocasião, os bolivanos venceram por 1 a 0, gol de Matías Alonso.

Contra o Santos, dois jogos no Brasil e duas derrotas. Pelas Libertadores de 2012 e 2017, dois reveses por 2 a 0, na Vila Belmiro.


Brasileiros no elenco

O The Strongest conta com velhos conhecidos do futebol brasileiro em seu plantel. Willie, revelado pelo Vitória e com passagens por Vasco, Atlético-GO e CRB, é um dos destaques dos aurinegros. Desde 2020 no clube, já marcou dois gols em cinco jogos na atual temporada.

O outro brasileiro é o atacante Rafinha. Revelado pelo Flamengo e chamado de 'Neymar da Gávea', na época, o jogador está machucado e não foi relacionado para a partida.


Santos e The Strongest se enfrentam nesta terça-feira (4), às 19h15, na Vila Belmiro, pela 3ª rodada da fase de grupos da Conmebol LIbertadores.