<
>

#NeyDay? Neymar luta contra 'seca' de 602 minutos em mata-matas para levar PSG à final da Champions

play
Neymar tenta 'gol impossível' em treino do PSG e se desespera ao ver a bola não entrar (0:10)

O chute cheio de estilo do brasileiro pegou na trave direita (0:10)

"Neymarzete" ou não, é impossível ficar indiferente a uma tarde de Uefa Champions League com Neymar em campo. Nesta terça-feira (4), o astro é uma das grandes esperanças do Paris Saint-Germain para disputar a segunda decisão seguida do torneio mais badalado do mundo.

A missão não será fácil. Após perder por 2 a 1 em Paris, o clube francês visita o Manchester City na Inglaterra, em jogo marcado para 16h (de Brasília). Só uma vitória por pelo menos dois gols de diferença, ou por um desde que seja acima de 3 a 2, garante o PSG na final.

Se precisa de gols, o time de Mauricio Pochettino precisa de Neymar. O problema é que, por mais que viva uma boa temporada e tenha feito diferença a favor do PSG em momentos importantes, o brasileiro vive um jejum quando o assunto é mata-mata da Champions.

O último gol do craque nas fases decisivas foi antes da pandemia de COVID-19. Em 11 de março de 2020, Neymar fez o seu na vitória por 2 a 0 sobre o Borussia Dortmund, pelas oitavas de final da edição passada do torneio. O tento saiu aos 28 minutos do primeiro tempo.

De lá para cá, Neymar passou em branco em seis jogos, contra Atalanta, RB Leipzig e Bayern de Munique na temporada passada e mais Bayern (duas vezes) e City na atual disputa. Vale lembrar que ele não enfrentou o Barcelona, nas oitavas deste ano, por estar machucado.

play
1:08

Manchester City x PSG: Gustavo Hofman analisa confronto e dá palpite sobre quem se classifica para a final da Champions

Manchester City e Paris Saint-Germain se enfrentam nesta terça-feira pela partida de volta das semifinais da Champions League; ingleses venceram o primeiro confronto por 2 a 1

São 602 minutos sem gol do brasileiro, que ainda assim ajudou o PSG de outras maneiras. Foram quatro assistências no período, suficiente para fazer o time de Paris passar por Atalanta, Leipzig e também Bayern. Ou seja: mesmo sem marcar, Neymar ainda é decisivo.

Contra o City, o astro tentará quebrar a marca negativa e também melhorar os próprios números pelo PSG no mata-mata da Champions.

Em quatro temporadas, foram nove jogos, com apenas dois gols e quatro assistências. Ele ficou fora em cinco duelos: Real Madrid (2017/18) e dois contra Manchester United (2018/19) e Barça (2020/21).

Neymar tem, como comparativo, desempenho bem acima pelo PSG na fase de grupos: fez 18 gols e deu sete assistências em 19 partidas. Isso porque ainda ficou fora de cinco confrontos.

Pelo Barça, seu rendimento nas fases eliminatórias também era bem superior: 11 gols e três assistências em 19 atuações, sem perder um jogo sequer por lesão ou suspensão.

Toda a história na Champions mostra que Neymar sabe lidar com esses momentos decisivos. Em Manchester, com gol ou sem, ele tem a chance de provar novamente o quanto merece ser tratado como um dos melhores de sua geração. Mas, para um #NeyDay completo, um gol não seria nada mal, certo?