<
>

Libertadores: altitude, pedreiras e moleza marcam a 3ª rodada da fase de grupos para os brasileiros

A Conmebol Libertadores entra nesta semana na 3ª rodada. A metade da fase de grupos pode decidir qual será a briga dos brasileiros em seus grupos. Quem vai encaminhar a vaga? Quem pode se complicar caso não vença? Quem vai encarar a altitude? Quem terá a 'moleza' na rodada?

Pensando nisso, o ESPN.com.br fez um apanhado das partidas dos brasileiros. Lembrando que o FOX Sports transmite as seguintes partidas.

Terça-feira (4)

Quarta-feira (5)

Quinta-feira (6)

Atlético-MG

Os comandados por Cuca entram na rodada precisando da vitória contra o Cerro para tomara a liderança do grupo G. Caso não conquiste os três pontos, o Galo pode ver o América de Cali complicar a chave.

Há dois anos, o Alvinegro caiu no grupo dos paraguaios e viu o Cerro vir ao Mineirão e sair com a vitória. Na ocasião, com gol de Churín, hoje no Grêmio, o Ciclón levou os três pontos para o Paraguai.

Os paraguaios chegaram embalados para a partida, já que, no último final de semana, venceram o clássico contra o Olimpia por 2 a 0, gols de Boselli e Patiño.

Santos

Teoricamente, o Santos é o brasileiro que recebe o adversário mais 'tranquilo' da rodada, o The Strongest. Na teoria, já que a fase do Peixe não é boa. Com duas derrotas até o momento na Libertadores, o Alvinegro Praiano terá o técnico Marcelo Fernandes à frente da equipe e com cinco jogos sem vencer. Uma vitória é fundamental para o clube voltar à disputa pela classificação.

Os bolivianos também chegam à partida com duas derrotas no grupo C. Recentemente, também trocou de treinador, já que Alberto Llanes foi demitido após derrota para o Boca Juniors.

Palmeiras

Com duas vitórias em dois jogos, o Verdão terá uma pedreira pela frente. Esse será o 3º confronto entre as equipes em menos de um mês. Os dois anteriores foram válidos pela decisão da Recopa Sul-Americana, vencida pelo Halcón.

Caso vença no Estádio Norberto Tito Tomaghello, os comandados por Abel Ferreira praticamente encaminham a classificação para a próxima fase.

Flamengo

Fechando a trinca de jogos brasileiros na terça, o Flamengo vai até Quito encarar a LDU. E terá um temido adversário pela frente: a altitude. Em 2019, ano em que foi campeão, o Rubro-Negro foi até o Equador e perdeu por 2 a 1.

Com seis pontos conquistados, o Flamengo é mais um que, se vencer, pode deixar a vaga bem encaminhada. No entanto, Rogério Ceni terá dois desfalques de peso: Rodrigo Caio e Gerson.

São Paulo

Vivendo fase mágica com Crespo, tendo conquistado oito vitórias consecutivas, o São Paulo é mais um brasileiro com duas vitórias e que pode deixar bem encaminhada a classificação à próxima fase se vencer. No entanto, também terá uma pedreira pela frente: o Racing.

Os argentinos comandados por Juan Antonio Pizzi chegam para a partida após derrota para o Central Córdoba, em confronto da 12ª rodada da Copa da Liga Argentina, e tem classificação ameaçada.

Internacional

Uma derrota e uma vitória. O Internacional está empatado com todos os outros integrantes do grupo B, com três pontos. O Colorado recebe o Olimpia e pode manter a liderança, caso vença. Uma vitória no Beira-Rio é fundamental.

Já o Olimpia chega para a partida após derrota no clássico para o Cerro Porteño, por 2 a 0. A derrota pressionou o técnico Sergio Orteman e valeu a ponta do Campeonato Paraguaio.

Fluminense

Em jogo isolado na quinta, o Fluminense terá mais um compromisso na Colômbia. Depois de vencer o Santa Fe por 2 a 1, agora, o Tricolor terá o Junior pela frente. Caso vença, dá um bom passo pensando na classificação, já que no returno fará dois jogos em casa contra os colombianos e não precisará carimbar a classificação contra o River Plate, na Argentina.

O Junior chega embalado para a partida. Os colombianos empataram por 0 a 0 com o Santa Fe e carimbaram a classificação para as semifinais do Campeonato Colombiano para encarar o Millonarios.