<
>

Ex-Flamengo, Joel Santana lembra polêmica com Jorge Jesus e pede calma com Crespo no São Paulo: 'Nunca ganhou nada'

Em 2019, o ex-técnico Joel Santana gerou polêmica após dar declaração sobre Jorge Jesus, na época ainda comandante do Flamengo, minimizando toda a badalação ao seu redor por contar do bom trabalho que desempenhou no clube carioca. Passados quase dois anos desde a sua colocação, "Papai Joel" revisitou o episódio.

“O cara está aqui há 3 meses e já é o melhor do mundo? Você conquista oito vezes e os caras acham defeito, aí em três meses não vai achar defeito? De onde ele saiu? Da galinha dos ovos de ouro? Vamos devagar. É que brasileiro é assim. O brasileiro não dá moral ao brasileiro, o cara lá de fora vai ser sempre o melhor”, disse na época, em entrevista ao canal do Youtube "Camisa 21".

“Eu não estou dizendo que os estrangeiros são ruins e também não estou com ciúmes , eu só acho que a gente se precipita muito. Como você vai falar de um treinador que é campeão mundial? O brasileiro mata o Felipão. Pelo amor de Deus, vamos respeitar. O cara é campeão de Libertadores, campeão na seleção, trabalhou em Portugal e fez um belo trabalho, mas aí porque perdeu um jogo de 7 acabou tudo. O Felipão é um baita de um cara e um baita de um treinador. Ele colocou uma estrela na nossa camisa. Como é que você destrói isso da noite para o dia? Não dá para aceitar um negócio desses”, concluiu, na mesma entrevista.

Mais uma vez em declarações "Desimpedidos", Joel falou sobre o momento vivido pelo Mister, agora no Benfica, de Portugal, e disse que não vê qualquer problema num eventual retorno do português ao Rubro-Negro, caso isso venha de fato a acontecer no futuro. O ex-treinador ainda pediu calma com outro estrangeiro que vem tendo seu nome baladado no Brasil: Hernán Crespo, do São Paulo.

"Para que eu fui falar isso, cara, me pegaram de c*** aqui no Rio. 'Não, porque você está com inveja', p***, eu vou ter inveja de um cara mais velhor? Eu estou falando o que eu acho", disse.

"O Jorge Jesus fez um grande trabalho no Flamengo, aí ele cismou de voltar para Portugal. Até agora está comendo o pão que o diabo amassou, se é que o diabo dá pão. Meu irmão, tu vai sair do Rio, Portugal está frio para c***", prosseguiu.

"Pode (trazer ele de volta), ele é um bom treinador, não tenho nada contra ele não e contra ninguém", concluiu.

Sobre Crespo, que venceu 10 dos 12 jogos em que comandou o Tricolor do Morumbi na temporada, Joel também pediu calma.

"Nós, brasileiros, temos mania de sempre achar que estamos sempre por baixo. Está esta doença aí, (técnico) espanhol, argentino, português, o outro lá tem um auxiliar francês. O cara esquece que ainda somos campeões do mundo, como fomos, como éramos do nosso jeito. O São Paulo trouxe um treinador, o Crespo, se ele vai ser bom treinador eu não sei, mas ele nunca ganhou nada na vida", disse.

"Eu acho que o futebol tem lugar para todo mundo. O cara chegou ontem e vem trazer oito, 10. E o que está acontecendo lá no São Paulo? O tal de Crespo, parece até que o Muricy já falou alguma coisa, mexeu até lá no roupeiro, um funcionário que estava lá há mais de 10 anos ou 20 anos", finalizou.