<
>

Marcelo Cabo não espera vida fácil para o Vasco contra o Boavista na Copa do Brasil

No último domingo, o Vasco enfrentou o Boavista em Bacaxá e teve uma amostra do que o espera na Copa do Brasil. Nesta sexta-feira, em sorteio realizado pela CBF, as duas equipes serão adversárias na terceira fase do torneio nacional.

O confronto pela décima rodada do Carioca começou mal para o Cruzmaltino. Aos 27 do primeiro tempo o Boavista vencia por 2 a 0 e o Vasco teve de correr atrás do prejuízo. Com um gol de Cano aos 45 e outro de Gabriel Pec aos 4 do segundo tempo, o placar foi igualado e assim ficou até o final.

“É uma equipe que ao longo dos anos vem fazendo ótimos trabalhos, chegou a terceira fase da Copa do Brasil com méritos, tem jogadores experientes. Tivemos um confronto há pouco tempo contra eles e sabemos que será um jogo muito difícil, assim como qualquer jogo na Copa do Brasil”, avaliou o técnico Marcelo Cabo após conhecer o resultado do sorteio.

O treinador, entretanto, comemorou o fato do time não precisar fazer viagens longas em meio à disputa do Brasileirão da Série B.

“A única coisa muito positiva nisso é a questão da logística. A gente pega um adversário que a gente conhece, que minimiza qualquer demanda mais difícil de logística, a gente acaba tendo essa facilidade por serem dois times do Rio de Janeiro. O Vasco vai jogar 18 jogos em junho e julho, então a gente minimizar as viagens na Copa do Brasil, numa competição mata-mata, é bastante importante para esse período”, afirmou.

A CBF ainda não definiu as datas das partidas de ida e volta, mas elas devem acontecer no início de junho. Entretanto, já se sabe que o Vasco jogará a primeira partida em Bacaxá e decidirá a classificação em casa.