<
>

Jornal espanhol crava: é impossível o Barcelona contratar Neymar; entenda os motivos

play
Mbappé em cima da mesa, Neymar 'insano' e mais: veja a festa do PSG no vestiário do Parque dos Príncipes (0:59)

Instagram: @PSG | Equipe fez uma festa espetacular após eliminar o Bayern de Munique da Champions League (0:59)

Sonho do atual presidente Joan Laporta e de grande parte da torcida do Barcelona, Neymar é tido como o 'reforço dos sonhos' para o time catalão. Além do ganho técnico, o retorno do brasileiro seria um grande trunfo para assegurar a permanência de Lionel Messi no clube.

Porém, de acordo com informações do diário Marca, da Espanha, é realmente impossível a realização da ida de Neymar ao Barcelona neste momento e até mesmo no futuro próximo. A condição financeira é o grande impeditivo do momento.

Atualmente com uma dívida avaliada em 1 bilhão de euros, algo em torno de R$ 6,5 bilhões, o Barcelona só poderia angariar Neymar caso o craque não renovasse o contrato com o Paris Saint-Germain.

O vínculo entre as partes vai até o final de junho de 2022. Apesar da imprensa europeia dar a negociação como avançada por uma extensão, o acordo ainda não foi oficializado.

De acordo com informações da Radio Catalunha, o Barcelona estaria disposto a oferecer entre 70 e 80 milhões de euros, totalizando R$ 544 milhões, ao Paris Saint-Germain por Neymar. No entanto, o time francês faria jogo duro para negociar o brasileiro e pediria, no mínimo, 150 milhões de euros, cerca de R$ 1 bilhão para fechar a negociação.

A questão salarial também é outro impeditivo. A rádio informa ainda que Neymar exige uma quantia salarial de 70 milhões de euros, cerca de R$ 476 milhões, ao ano, valor que o Barcelona não pode nem de perto arcar. A atual folha salarial já é vista como 'limítrofe' para a atual direção.

Além de tudo isso, o Paris Saint-Germain brigaria até as últimas forças para manter Neymar, o que faria com que o Barcelona tivesse que gastar quantias que não dispõe no momento para realizar a negociação. Em entrevista à TNT Sports após a classificação em cima do Bayern de Munique na Uefa Champions League, Neymar reiterou o desejo de permanecer no PSG.

"Acho que isso não é nem mais assunto, óbvio que me sinto bem a vontade, em casa, no PSG. Me sinto mais feliz que antes", disse o craque. Presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi também falou sobre a provável permanência de Neymar e também de Mbappé para a próxima temporada.

"Neymar e Kylian (Mbappé) não têm desculpas para sair. Temos realmente tudo para vencer todos os torneios. Somos uma grande equipe hoje. Temos respeito pelos outros, mas estamos com eles".