<
>

Gosto de ouvir 'tu treina para c...': Abel Ferreira conta como é relação com elenco do Palmeiras

play
Da conversa com técnicos a 'conselho' de cartola europeu: Abel Ferreira conta como fez 'lição de casa' para conhecer sobre o Palmeiras (4:46)

Treinador do Palmeiras é o convidado da semana no Bola da Vez, com André Plihal (4:46)

Em cinco meses de Palmeiras, Abel Ferreira conquistou dois títulos: Conmebol Libertadores e Copa do Brasil. O português de 42 anos revelou detalhes do seu dia-a-dia com os jogadores palmeirenses na Academia do Futebol.

“Digo aos jogadores: ‘Você joga pra c…’, mas também gosto de ouvir um Veiga, um Felipe Melo dizendo: ‘Tu treina pra c…’. Às vezes, queremos que os outros digam o que nós não dizemos”, disse o treinador em entrevista à revista GQ Brasil.

Abel Ferreira optou por morar no centro de treinamento para viver o clube intensamente e também por conta da distância de sua família, que continua em Portugal. Ele pode levantar o seu terceiro título, em menos de seis meses, na próxima quarta-feira contra o Defensa y Justicia, da Argentina, pela Recopa Sul-Americana.

"Quando desembarquei no Brasil, avaliei que ganharia tudo morando no Centro de Treinamento do Palmeiras: conhecimento profundo do clube, além de ter companhia o tempo todo. Às vezes, por volta das 23h30, eu dou uma volta com os seguranças do clube, que fazem a ronda pelo CT, para relaxar um bocadinho, ver as estrelas quando há. Ou seja, não me ia faltar nada. Ter o quarto limpo e a cama feita todos os dias: o que mais poderia querer?, brincou o treinador, que completou:

''Modéstia à parte, eu cozinho, mas não sou bom cozinheiro. Nos primeiros dias ficamos em um hotel, que seria pago pelo clube, mas disse que não seria preciso. Disse que eu e meus adjuntos passaríamos a viver no CT. As pessoas dizem que sou maluco. Maluco? De dois em dois dias estamos a competir. E outra, se eu chegar ao CT às duas da manhã, vou fazer o que em casa? Não vai ter ninguém lá'', disse Abel.

play
2:18

Abel Ferreira revela 'alerta' de Renato Gaúcho e sonha com Allianz Parque cheio: 'Nem que seja para cornetar'

Treinador do Palmeiras é o convidado da semana no Bola da Vez, com André Plihal

Em março, após a conquista da Copa do Brasil, o treinador aproveitou semanas de folga e foi para sua casa em Lousada, região rural de Portugal, próxima a Penafiel. Foi a primeira vez em 15 meses que o técnico dormiu em sua residência. A saudade da família é um dos desafios mais difíceis em sua carreira.

“É duro quando tua mulher te pergunta qual o valor em dinheiro de ver tuas filhas crescerem. É difícil explicar que existem duas paixões dentro de ti”, disse Abel.

play
1:18

Bossa Nova, doces, picanha e tapioca...: Abel Ferreira revela o que mais tem gostado no Brasil

Treinador do Palmeiras é o convidado da semana no Bola da Vez, com André Plihal

Em entrevista ao Bola da Vez, em março, o português já havia comentado sobre o que tem mais gostado no Brasil. No pouco tempo que tem para se divertir, o português revelou um hobby bem brasileiro: ouvir Bossa Nova. Além disso, o treinador gosta de estudar alguns nomes que servem de inspiração.

“Obama, Hamilton, Clooney… Adoro conhecer o que essas pessoas têm em comum. Vejo grande capacidade de determinação e foco. E uma dose de arrogância positiva'', contou Abel.

O Palmeiras tem pela frente o Defensa y Justicia, da Argentina, nesta quarta-feira (14), pelo segundo jogo da Recopa Sul-Americana. O time alviverde leva vantagem depois de ter vencido a primeira partida por 2 a 1 no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Caso seja campeão, será o terceiro título do treinador pelo clube.