<
>

Palmeiras x Defensa y Justicia: Abel Ferreira não crava Luiz Adriano para decisão da Recopa após caso de COVID-19

play
Abel Ferreira avalia substituições no Palmeiras e diz: 'Vamos deixar o ego em casa' (0:20)

Treinador destacou a vontade do elenco em se ajudar dentro de campo (0:20)

Derrotado na Supercopa do Brasil, o Palmeiras direciona suas atenções ao jogo contra o Defensa y Justicia, na decisão da Recopa Sul-Americana, marcado para as 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira, novamente no Estádio Mané Garrincha.

Questionado se planeja contar com o reforço de Luiz Adriano, o técnico Abel Ferreira não garantiu o centroavante.

“O Luiz já não está conosco já há alguns dias, fruto da COVID-19. Vamos recebê-lo, analisá-lo, ver como está a condição física e tomar a melhor decisão. Todas as decisões que tomo, são pensando no que é melhor para a equipe”, afirmou o treinador português após o revés contra o Flamengo.

Luiz Adriano testou positivo para COVID-19em exame realizado no dia 1º de abril e encerrou o período de afastamento no domingo. A CBF chegou a liberar o centroavante para a Supercopa do Brasil, mas Abel preferiu não aproveitá-lo, uma vez que não participou da preparação.

Artilheiro do Palmeiras na última temporada, Luiz Adriano encontra a delegação palmeirense em Brasília. Sem o centroavante, Rony atuou no comando de ataque contra Defensa y Justicia e Flamengo – esforçado, o atacante fez gol na Argentina e sofreu pênalti em Brasília.

No segundo tempo do confronto com o Flamengo, com Danilo e Gabriel Menino nos lugares de Felipe Melo e Zé Rafael, o Palmeiras melhorou significativamente e conseguiu buscar o empate. O jogo marcou a volta de Menino, recuperado de lesão no tornozelo direito.

“A força dessa equipe nunca foi só 11 jogadores. Para quem vê de fora: quando eu escalo a equipe, não penso só nos 11 que vão jogar. Penso nos 11 e nas cinco substituições que tenho a seguir”, explicou Abel, que não respondeu se planeja usar Danilo e Menino contra o Defensa y Justicia.

play
1:46

Abel Ferreira explica motivo da expulsão e detona Vuaden: 'Essas equipes mereciam um árbitro do mesmo nível'

Treinador português foi excluído da partida após se desentender com a arbitragem