<
>

Agente diz que Gabigol não deu certo na Inter de Milão por causa de Icardi e Zanetti: 'Ficaram com ciúme'

play
Cicinho compara e detalha diferenças entre sua chegada e a de Vinicius Jr. no Real Madrid (3:04)

Ex-lateral deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil (3:04)

Em 2016, após conquistar a medalha de ouro pelo Brasil nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, Gabigol, hoje no Flamengo, se transferiu do Santos para a Inter de Milão. No clube italiano, porém, o jogador não fez sucesso e foi seguidas vezes emprestado. Em entrevista ao "UOL", o agente Wagner Ribeiro culpou uma "panelinha" argentina pelo insucesso do atleta na Bota.

De acordo com o empresário, na sua dedução Gabi foi alvo de ciúmes da dupla Javier Zanetti, ex-jogador e atual membro da diretoria da Inter, e Mauro Icardi, que hoje atua pelo Paris Saint-Germain.

"Como poderia dar certo, se não jogou? Ele chegou à Inter, e fizeram uma festa enorme em um teatro. Todo mundo de black-tie. Uma festa muito maior que a do Kaká. Isso causou ciúme no Zanetti, que era diretor do clube, e no Icardi, que era dono do time. Isso é dedução minha, mas os dois argentinos ficaram com ciúme dele. Foi para Portugal, e também não era escalado. Voltou para o Santos e foi artilheiro do Brasileirão e repetiu a dose no Flamengo", disse Wagner, que ainda falou sobre a humildade do atacante de 24 anos.

"Nada. É um cara super humilde", completou o agente.

Gabigol disputou uma única temporada pelo clube italiano, onde disputou somente 10 jogos e marcou um único gol. Logo em seguida, foi emprestado a Benfica e Santos, até que em 2019 foi cedido ao Flamengo, que o contratou em definitivo.

No Rubro-Negro, o atacante tem 73 gols marcados, três deles na atual temporada, e se tornou o maior artilheiro do século XXI pelo clube carioca, com quem já conquistou uma Conmebol Libertadores, dois Campeonatos Brasileiros e dois Cariocas.