<
>

Scarpa comemora vitória, mas vê Recopa aberta e pede que Palmeiras se imponha mais contra o Defensa

Após a vitória por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da Recopa Sul-Americana, o meia Gustavo Scarpa, do Palmeiras, foi eleito o melhor em campo pela Conmebol.

Autor do golaço de falta que deu o triunfo à equipe paulista, o camisa 14 celebrou o resultado conseguido na Argentina.

No entanto, o meio-campista exaltou as qualidades do adversário e pediu atenção redobrada para o duelo de volta, que será no Mané Garrincha, em Brasília-DF.

"Para nós, a Recopa é um título muito significativo, pois é uma conquista que o clube não tem. Então, ter a oportunidade de ganhar mais essa final seria muito gratificante. Vamos em busca disso. Sabemos que seria extremamente difícil hoje, como será também na próxima quarta-feira. Vamos em busca de continuar colocando nosso nome na história do Palmeiras", afirmou.

"Não está resolvido de forma alguma. A equipe deles é muito boa, tanto defensivamente quanto ofensivamente, e nós temos que tomar todos os cuidados possíveis. Precisamos também impor mais o nosso ritmo, pois somos qualificados também. Não tem nada ganho, precisamos entrar para vencer no próximo jogo", finalizou.

Com o resultado desta quarta, a equipe comandada por Abel Ferreira joga por um empate no duelo de volta, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), para ganhar o título inédito na história do clube palestrino.

Os argentinos, por sua vez, precisarão buscar um triunfo por dois tentos de diferença para levar o troféu da Conmebol, que opõe os últimos campeões da Libertadores e da Copa Sul-Americana.

Vale salientar que não há gol qualificado na Recopa - ou seja, não vale o critério de gol fora de casa.