<
>

Atlético-MG fica perto de contratar Tchê Tchê, do São Paulo, após indicação de Cuca

O Atlético-MG está muito perto de anunciar mais um reforço para o seu elenco. A pedido de Cuca, o clube mineiro se aproximou de um acordo com o São Paulo para ter Tchê Tchê. A informação foi inicialmente publicada pela Rádio Itatiaia e confirmada pela ESPN.

Tchê Tchê está nos planos da comissão técnica de Hernán Crespo, mas a necessidade de aliviar os cofres do clube do Morumbi favorece uma eventual saída do volante, já que o Atlético assumiria o salário total do jogador, que gira em torno dos R$ 500 mil.

O São Paulo tem uma dívida de cerca de 3,25 milhões de euros (aproximadamente R$ 22 milhões) com o Dynamo de Kiev, referente à chegada de Tchê Tchê ao Tricolor, ainda em 2019. A diretoria de futebol do clube está em contato com os ucranianos em busca de um acordo, procurando evitar uma possível sanção da Fifa.

Logo após Cuca ter sido contratado pelo São Paulo, o técnico pediu a contratação de Tchê Tchê à diretoria, sendo um admirador do seu futebol e de sua versatilidade. O treinador já havia comandado o volante no Palmeiras em 2016, quando o Alviverde conquistou o Brasileirão.

Desde que chegou ao Tricolor, Tchê Tchê disputou 98 partidas pelo clube do Morumbi, tendo marcado seis gols. No ano passado, o jogador esteve no centro de uma polêmica envolvendo o técnico Fernando Diniz, que utilizou palavras de baixo calão, como “mascaradinho, perninha, ingrato”, para repreender o volante durante a derrota para o Red Bull Bragantino.