<
>

Alvo do Barcelona, Memphis Depay é fã do Brasil, tem tatuagem do Cristo Redentor e é rapper, revela ex-Flamengo

play
Modric bate recorde na seleção da Croácia, ganha aplausos e não segura lágrimas (0:37)

Meia se tornou jogador com mais jogos pela seleção croata, com 135 (0:37)

Sonho de consumo do técnico Ronald Koeman, do Barcelona, para a vaga deixada por Luis Suárez, Memphis Depay tem uma relação de carinho com o Brasil. O atacante do Lyon foi um dos destaques da seleção holandesa, que terminou na terceira posição da Copa do Mundo de 2014, realizada no país.

El Clásico Real Madrid x Barcelona acontecerá no dia 10 de abril, às 16h (horário de Brasília), e terá transmissão ao vivo de ESPN Brasil e ESPN App, além de acompanhamento em tempo real do ESPN.com.br, com VÍDEOS de lances e gols.

Ele ficou tão fã do Rio de Janeiro, que tatuou no lado esquerdo da barriga o Cristo Redentor, um dos símbolos da cidade, com uma favela ao fundo.

"Ele tem um jeitão de brasileiro e adora o Brasil. Cheguei um dia no vestiário, vi a tatuagem dele e perguntei: 'Rio?' Ele respondeu: 'Fui para a Copa de 2014 e gostei muito do Rio e de como as pessoas nos receberam. Achei muito legal o Cristo e queria registrar no meu corpo'. Eu contei que era natural do Rio, e ele ficou feliz", disse Jean Lucas, ex-companheiro de Depay no Lyon, ao ESPN.com.br.

O ex-volante do Flamengo conta que não demorou para se aproximar do maior astro da equipe.

"Ele é um cara extraordinário tanto dentro de campo quanto como pessoa. Quando cheguei eu pensei que ele era um pouco marrento, mas no dia a dia vi que estava totalmente errado. É uma pessoa muito boa e de bom coração. É um jogador que quando eu estava no Brasil já admirava e seguia na redes sociais".

O primeiro gol de Jean Lucas pelo Lyon, na goleada por 6 a 0 contra o Angers, em 2019, foi com um passe do holandês.

"Ele adora os jogadores brasileiros, mas eu tinha um pouco de dificuldade para conversar. O Depay fala holandês, inglês e um pouco de francês. No começo, o pessoal traduzia para mim. Mas depois que aprendi a falar francês passei a ficar mais com ele", afirmou o volante.

A amizade dos dois rendeu episódios curiosos fora de campo.

"A gente sempre saía para jantar e ele curte dançar. Você sabe que ele canta, né? Ele é rapper e tem várias músicas. Quando parar de jogar bola ele irá levar à sério essa carreira de cantor. Já o vi cantando no vestiário e dizendo: 'Essa música aqui eu vou lançar'. A voz dele é muito boa", revelou.

O canal de música do holandês no YouTube tem 545 mil inscritos.

Revelado no PSV, Depay foi contratado pelo Manchester United, em 2015. Nos Red Devils, porém, não fez sucesso e foi vendido no meio da temporada 2016/17 para o Lyon, no qual reencontrou seu futebol.

Desde então, passou a ser cobiçado por vários clubes, incluindo o Barça, do técnico Koeman, seu ex-comandante na seleção holandesa.

Em entrevistas recentes, Jean-Michel Aulas, presidente do Lyon, admitiu que o atacante deve de fato sair do clube nos próximos meses, já que seu contrato vence no meio de 2021.

"Estava saindo em tudo que é lugar na França que ele iria para o Barcelona, mas não aconteceu. Não sei o motivo. Mas ele é jovem, tem muita coisa para acontecer na vida dele", disse Jean Lucas.