<
>

Atlético de Madrid para no Getafe e perde chance de ampliar vantagem na liderança em LaLiga

O Atlético de Madrid, líder do Campeonato Espanhol, pisou no Coliseum Alfonso Pérez com uma missão: vencer e manter Real Madrid e Barcelona o mais distante possível da ponta da tabela. Nada feito: empate por 0 a 0 diante do Getafe, fora de casa, pela 27ª rodada de LaLiga. Mesmo com um jogador a mais durante boa parte do segundo tempo, os Colchoneros falharam nas finalizações e deixaram dois pontos pelo caminho - e espaço aberto para a aproximação dos rivais nas próximas rodadas.

O Atleti tinha todo o retrospecto ao seu favor: vinha de 13 vitórias seguidas contra o Getafe e sem sofrer gols em nenhum destes jogos. Mas o líder de LaLiga começou a partida encontrando muitas dificuldades. O time de Diego Simeone tinha a bola - acabou o primeiro tempo com quase 70% de posse -, ocupava o campo de ataque em boa parte do tempo, mas que não conseguia criar chances claras para marcar.

E o lance mais perigoso foi justamente dos mandantes. Em um chute despretensioso de fora da área, Oblak 'bateu roupa' e deixou a bola nos pés de Maksimovic, que protagonizou um lance constrangedor: tentou simular pênalti, perdeu tempo, levantou e cruzou para Cucho, que emendou um voleio por cima da trave.

O segundo tempo seguiu na mesma toada. O Atlético de Madrid teve sua primeira chance aos 10 minutos, num chute mascado de Giménez dentro da área defendido por Soria. Poucos minutos depois, foi a vez do Getafe: Ünal apareceu livre na área, dominou no peito e chutou forte para grande defesa de Oblak.

Quando, enfim, o Atlético balançou as redes, o gol foi (bem) anulado. João Félix, que entrou na segunda etapa, escorou para as redes após cruzamento de Llorente, mas o VAR flagrou a saída de bola. Aos 24, o Getafe ficou com um jogador a menos depois que Allan Nyom foi expulso após entrada violenta no lateral brasileiro Renan Lodi.

Com vantagem numérica, o Atleti partiu para o ataque, mas esbarrou nas grandes defesas de Soria e na falta de capricho nas finalizações. Na melhor oportunidade, Dembélé, sozinho dentro da área, cabeceou para fora. Também foi um dia pouco inspirado da dupla Llorente e Luis Luis Suárez - o uruguaio desperdiçou a chance de atingir o gol número 500 na carreira, entre clubes e seleção.

E assim acabou. Com o empate por 0 a 0, o Atlético de Madrid se mantém na ponta, mas vê os rivais se aproximarem. Agora, são 6 pontos para o Real Madrid, segundo colocado, mas a vantagem pode cair para 4 pontos, caso o Barcelona vença o Huesca na segunda-feira (15), no fechamento da rodada.

Ficha técnica

Getafe 0 x 0 Atlético de Madrid

GOLS: -

GETAFE: David Soria, Sofian Chakla, Djené Dakonam, Mathías Olivera e Allan Nyom; Nemanja Maksimovic, Arambarri, Cucurella e Carles Aleñá; Cucho Hernández (Damián Suárez) e Ünal. Técnico: José Bordalás

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak, José Giménez, Mario Hermoso (Lemar), Stefan Savic e Trippier; Koke, Saúl (João Félix), Marcos Llorente e Yannick Carrasco (Renan Lodi); Luis Suárez e Ángel Correa (Dembélé). Técnico: Diego Simeone

Estatísticas

- O Atlético de Madrid aumentou para 19 partidas a invencibilidade contra o Getafe, mas interrompeu uma sequência de 13 vitórias seguidas contra o adversário

- Luis Suárez permanece com 499 gols na carreira - 18 pelo Atlético de Madrid, todos marcados na atual temporada

- O Getafe não marca um gol no Atlético de Madrid desde novembro de 2011


Classificação

- Atlético de Madrid: 1º lugar, com 63 pontos
- Getafe: 15º lugar, com 28 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo nos próximos dias.

  • Quarta-feira, 17/03, às 17h*, Chelsea x Atlético de Madrid - Champions League

  • Domingo, 21/03, às 10h*, Getafe x Elche

*horário de Brasília