<
>

Após paralisação, Federação diz que Paulista terá ajuste de datas e garante final em 23 de maio

play
Doria cita 'excepcional diálogo' com presidente da FPF e confirma paralisação do Paulista (2:18)

Governador de São Paulo concedeu entrevista coletiva em: YouTube | Gorverno do Estado de São Paulo (2:18)

Após o governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmar nesta quinta-feira a paralisação do Campeonato Paulista entre 15 e 30 de março, com a adoção da fase emergencial de combate à COVID-19 no Estado, a FPF (Federação Paulista de Futebol) se posicionou sobre o tema.

Em comunicado, a entidade afirmou que o torneio "seguirá seu curso de rodadas conforme previsto", com "as datas passando eventualmente pelos ajustes necessários".

Além disso, a Federação assegurou que a competição será concluída na mesma data prevista anteriormente: 23 de maio.

No comunicado, a FPF ainda informou que realizará reunião com o Ministério Público Estadual na próxima segunda-feira, às 9h (de Brasília), para discutir o calendário de jogos.

"Será discutido o calendário de jogos a fim de que, juntos, encontremos uma solução viável para adaptar as próximas rodadas da competição. Após este encontro, no mesmo dia, às 15h, FPF e clubes se reunirão para definir o agendamento dos jogos", reportou.

Apesar da paralisação do Paulista, o jogo entre Palmeiras e São Caetano, que está programado para esta quinta-feira, às 19h (de Brasília), irá acontecer normalmente no Allianz Parque, já que a fase emergencial ainda não foi iniciada.

play
0:23

Pascoal: Clubes de São Paulo vão se reunir nesta quinta, e Paulistão pode ser transferido para o Rio de Janeiro

Governo de São Paulo confirmou suspensão das atividades esportivas no estado entre 15 e 30 de março

Além dele, toda a 4ª rodada irá ocorrer, pois está programada para sábado e domingo.

Só há uma partida da 4ª rodada agendada para segunda-feira (Mirassol x Inter de Limeira), que deve ser antecipada pela FPF (Federação Paulista de Futebol) para o final de semana.

Já da 5ª rodada, que começa no sábado seguinte (20), em diante, o Paulista entre na fase de suspensão, e ainda não é certo o que irá ocorrer.

Em entrevista à ESPN Brasil, Antônio Olim, presidente do TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de São Paulo), revelou que a FPF cogita realizar o campeonato fora do Estado de São Paulo.

Este é o 2º ano em que Paulistão é paralisado em meio à disputa da primeira fase.

Em 2020, no início da pandemia de COVID-19, o torneio ficou parado de 17 de março até 22 de julho.

VEJA O COMUNICADO DA FPF

Após o anúncio do Governo do Estado de São Paulo, que determinou a Fase Emergencial do Plano São Paulo, a Federação Paulista de Futebol, os 16 clubes do Paulistão Sicredi – Série A1 se reuniram virtualmente nesta quinta-feira. Deste encontro, a FPF e os clubes se manifestam publicamente:

- A FPF e os clubes lamentam o gravíssimo nível que a pandemia de COVID-19 atingiu em São Paulo e no Brasil, com o alarmante aumento do número de casos e, principalmente, de mortes que estamos presenciando;

- Lembramos que há um ano o futebol de São Paulo, de forma consciente, paralisou suas atividades antes mesmo do início do período de quarentena imposto pelo Governo do Estado de São Paulo. Desde então, a FPF e os clubes têm seguido todas as recomendações científicas e médicas, prezando pela saúde de todos, utilizando, inclusive, o esporte como plataforma de educação e orientação aos torcedores com informações referentes à prevenção e combate à COVID-19;

- A FPF e os clubes reiteram que o rigoroso Protocolo de Saúde da competição, aprovado e elogiado pelo Ministério Público e pelo Centro de Contingência do Coronavírus, oferece aos profissionais do futebol e a todos os funcionários dos clubes um nível de controle não encontrado em qualquer outra atividade econômica, com testagens seriadas e acompanhamento médico diário. Desde o reinício dos jogos no ano passado, foram mais de 35 mil testes realizados por árbitros, atletas, profissionais e funcionários dos clubes de São Paulo;

- O Governo do Estado de São Paulo convidou a FPF e o Ministério Público Estadual para uma reunião às 9h de segunda-feira, na qual será discutido o calendário de jogos a fim de que, juntos, encontremos uma solução viável para adaptar as próximas rodadas da competição. Após este encontro, no mesmo dia, às 15h, FPF e clubes se reunirão para definir o agendamento dos jogos;

Por fim, FPF e clubes afirmam publicamente que o Campeonato Paulista seguirá seu curso de rodadas conforme previsto, as datas passarão eventualmente pelos ajustes necessários e a competição será concluída na mesma data prevista, 23 de maio.