<
>

Vital e Jô marcam, Corinthians vira contra a Ponte Preta em casa e vence a primeira no Paulistão

O Corinthians venceu a primeira no Campeonato Paulista. Novamente sofrendo com os desfalques pela COVID-19 e com a forte chuva, a equipe venceu de virada a Ponte Preta por 2 a 1, na Neo Química Arena.

Com o triunfo deste domingo (07), o time do Parque São Jorge encerra uma série de sete jogos sem vencer, e chega os 5 pontos no Grupo A do Paulistão, assumindo de maneira momentânea a chave.

Já a equipe de Campinas segue com apenas um ponto em três jogos, na terceira posição do Grupo B.

O jogo

Sofrendo com um surto de COVID-19, que tirou 14 jogadores de combate, Mancini segue apostando em jogadores formados nas categorias de base. Neste domingo, o atacante Antony foi a novidade na escalação, e recebeu a chance de começar o jogo entre os titulares.

Mesmo com uma formação reformulada, o Corinthians conseguia manter a posse de bola, mas em levar perigo ao goleiro Luan. A principal oportunidade na etapa foi da equipe de Campinas.

Chamado pelo técnico Fábio Moreno para substituir o titular Paulo Sérgio logo aos 27 minutos, o jovem João Veras se tornou protagonista.

Após vencer lance pelo alto com Jemerson, o atacante invadiu a área, ajeitou e deu um tapa cruzado, sem chances de defesa para Matheus Donelli, abrindo o placar para a Ponte Preta aos 30 minutos.

Precisando sair para buscar a igualdade, o Corinthians passou a trabalhar as jogadas de pé em pé, principalmente pela chuva que passou a cair na zona leste de São Paulo. E foi assim que o time conseguiu igualar o marcador.

Em lance trabalhado por Luan e Cantillo na intermediaria, a bola ficou para Varanda, que ajeitou para Mateus Vital. O meia dominou e bateu forte, tirando do raio de alcance de Luan, balançando as redes na Neo Química Arena.

Ainda com a forte chuva, Mancini sacou Antony e apostou em Jô para o segundo tempo. Mesmo com a mudança, o time da casa não conseguiu se impor na partida, e seguiu sem produzir para levar perigo ao gol da Ponte Preta.

Além do experiente centroavante, quem também foi chamado para tentar levar mais poder ofensivo ao Corinthians foi Otero, apostatando nos arremates com a bola lisa pelo gramado molhado em Itaquera. O venezuelano chegou a quase marcar de lance de escanteio, que poderia ser um gol olímpico.

Pressionando, o time da capital conseguiu virar com Jô. Após marcação de pênalti de Pedrinho e Mateus Vital, o camisa 77 foi para a marca da cal aos 32 minutos.

Na primeira batida, defesa do goleiro Luan. No rebote, a bola sobrou para o corintiano, que estufou as redes para marcar e virar o placar, dando números finais à partida.

E agora?

Após a partida deste fim de semana, o Corinthians terá a semana livre para treinamentos, e voltará a campo apenas no próximo domingo (14), contra o São Caetano, fora de casa, pelo Paulistão.

Já a Ponte Preta jogará um dia antes. No sábado (13), a equipe de Campinas encara o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, também pelo Estadual.

Ficha técnica

CORINTHIANS 2 X 1 PONTE PRETA

GOLS: Mateus Vital (46') e Jô (78') para o Corinthians; João Veras (31') para a Ponte Preta

CORINTHIANS: Matheus Donelli; João Victor, Jemerson, Gil e Bruno Mendez; Cantillo, Roni e Luan (Araos); Varanda (Otero), Mateus Vital (Adson) e Antony (Jô)

PONTE PRETA: Luan; Apodi, Luizão, Renato e Yuri; Locatelli (Leo Naldi), Dawhan, Renan Mota (Faye), Pedrinho (Bruno Michel) e Moisés; Paulo Sérgio (João Veras)