<
>

São Paulo: Após empate de Crespo, relembre como estrearam alguns técnicos icônicos do clube

Neste domingo, na estreia do Campeonato Paulista e do técnico Hernan Crespo, o São Paulo ficou no empate por 1 a 1 contra o Botafogo-SP.

Mesmo com apenas dois treinos sob o comando do argentino, o São Paulo dominou as ações contra o Botafogo, mas isso não foi traduzido no resultado.

O empate pode não ter sido o melhor resultado para Crespo, porém se comparado a alguns técnicos históricos do clube do Morumbi.

Relembre abaixo como alguns deles estrearam no comando do time tricolor:

Muricy Ramalho

Hoje coordenador técnico, Muricy Ramalho pegou o time que acabara de ser campeão mundial. E não começou bem, perdendo por 1 a 0 para o Santo André fora de casa no Paulistão de 2006. Esse resultado fez muita diferença, já que o tricolor foi vice do Estadual daquele ano, que não tinha mata-mata, ficando um ponto atrás do campeão Santos.

Telê Santana

Em um movimento similar a Crespo, Telê Santana assumiu o comando do time no meio da temporada de 1990 e dois dias depois já estava na beira do campo. Técnico mais vencedor da história do clube, Telê começou sua era no São Paulo com um empate sem gols contra o São José, que seria rebaixado.

Ney Franco

Último técnico a ser campeão com o clube, Ney Franco estreou com um empate por 1 a 1 em um clássico contra o Palmeiras no Brasileirão de 2012, onde o clube alviverde seria rebaixado.

Rogério Ceni

Um dos maiores ídolos da história do clube, Ceni começou sua carreira em jogos oficiais com uma derrota por 4 a 2 para o Audax, comandado por Fernando Diniz, no Paulista de 2017.

Fernando Diniz

A caminhada de 16 meses de Diniz no comando do São Paulo começou com um empate sem gols no Maracanã contra o Flamengo de Jorge Jesus. A equipe tricolor foi uma das poucas, senão a única, a conseguir conter o rubro-negro em seu ano mais vitorioso dos últimos tempos.

Osório

O colombiano estreou com uma vitória por 2 a 0 diante do Grêmio no Brasileirão de 2015. Ele ficaria apenas 28 partidas no cargo, saindo para assumir a seleção mexicana.

Bauza

Último técnico argentino antes de Crespo, Patón Bauza estreou com um empate por 1 a 1 contra o Red Bull no Paulistão de 2016. Ele também deixaria o time para assumir uma seleção, no caso a da Argentina.

Paulo Autuori

Campeão mundial e da Libertadores pelo clube em 2005, Autuori chegou para substituir Emerson Leão, que havia pedido demissão para assumir um clube no japão. O carioca estreou com um 3 a 0 sobre o The Strongest, na última partida da fase de grupos da competição continental.