<
>

Leila Pereira é reeleita para o Conselho e pode se candidatar à presidência do Palmeiras em 2021

play
Melhor goleiro do Brasileirão, Weverton escancara situação do Acre e pede encarecidamente por ajuda: 'O que eu posso fazer, estou fazendo' (1:51)

Destaque do Palmeiras nasceu em Rio Branco, capital do estado que passa por momento complicado (1:51)

A empresária Leila Pereira, dona da Crefisa e principal patrocinadora do Palmeiras, foi reeleita neste sábado para o Conselho Deliberativo do clube paulista.

Em pleito realizado em São Paulo, Leila recebeu 387 votos, que foram mais do que suficientes para que ela ganhasse o direito a um novo mandato.

Desta forma, a empresária também está apta a concorrer à presidência alviverde na eleição marcada para o final de 2021.

Isto porque o Palmeiras exige que um candidato ao maior cargo da diretoria do clube tenha completado um mandato como conselheiro e também faça parte do Conselho Deliberativo no momento da eleição.

Como foi reeleita e cumprirá mandato de conselheira entre 2021 e 2025, Leila Pereira atende todas as condições do estatuto e pode se candidatar normalmente.

A tendência, aliás, é que a dona da Crefisa seja a sucessora de Maurício Galiotte no próximo triênio.

Sem adversários fortes na oposição, já que o ex-presidente Paulo Nobre não registrou chapa, Leila deve ganhar a eleição com facilidade.

Se isso de fato acontecer, ela se tornará a 1ª mulher a presidir o Palmeiras em toda a história.