<
>

Leonardo vê PSG e Neymar em bom caminho para renovação, mas manda recado: 'Só estará confirmado com assinatura'

play
Soltou o grito! A reação de Neymar a um dos gols do PSG contra o Barcelona na Champions (0:12)

Lesionado, camisa 10 do PSG compartilhou vídeo vendo goleada por 4 a 1 | Triller @neymarjr (0:12)

Com vínculo até junho de 2022 com o Paris Saint-Germain, o craque Neymar deve assinar um novo contrato nas próximas semanas.

Diretor do time francês, o brasileiro Leonardo confirmou em entrevista à rádio France Bleu que as negociações estão adiantadas para uma renovação com o camisa 10 da seleção brasileira.

"Com Neymar estamos num bom caminho. Mas no fim só está confirmado com a assinatura e esse não é o caso ainda. O mesmo vale para Di María (33 anos) e Bernat (27). Essas são as quatro questões que estamos discutindo. A ideia é resolver o mais rápido possível, pois, da nossa parte, pretendemos renovar com os quatro", disse o diretor brasileiro.

Ainda em janeiro deste ano, em entrevista à revista France Football, Leonardo mostrou um posicionamento duro do Paris Saint-Germain em relação as renovações de contrato e disse que 'não precisaria implorar' para que os craques ficassem.

"Espero que estejam convencidos de que o PSG é um bom lugar neste momento para um jogador de futebol de alto nível e ambicioso. (...) Só temos que encontrar um acordo entre seus desejos, suas necessidades, nossas expectativas e nossos meios. Não temos que implorar a eles: "Por favor, fique." É mais discutido do que isso. Aqueles que realmente desejam ficar permanecerão. Conversamos regularmente e tenho bons sentimentos sobre essas duas questões", disse o diretor.

De acordo com informações da imprensa internacional, o PSG quer adiantar as negociações com os principais astros da equipe para ter foco total no futuro próximo para com as tratativas por Lionel Messi. A ideia do Paris Saint-Germain é vencer a concorrência de clubes como Manchester City e Inter de Milão para contar com o craque, que deve de fato deixar o Barcelona.

"Grandes jogadores como o Messi estarão sempre na lista do PSG. Mas é claro que não é hora de falar ou sonhar com isso. (...) Mas estamos sentados à mesa grande de quem acompanha a situação de perto. Na verdade não, ainda não sentamos, mas nossa cadeira só está reservada para o caso ... Quatro meses no futebol é uma eternidade, principalmente durante este tempo", disse Leonardo à France Football.