<
>

Déjà vu? São Paulo vai de líder a ameaçado de ficar fora da fase de grupos da Libertadores pela segunda vez em três anos

Depois de liderar o Campeonato Brasileiro e abrir até 7 pontos de vantagem, o São Paulo chega à última rodada em uma situação dramática, podendo ficar de fora até da vaga direta para a fase de grupos da Conmebol Libertadores de 2021.

O "filme" não é inédito à torcida são-paulina. Já que em 2018 o drama foi praticamente o mesmo, com a equipe paulista indo apenas à pré-Libertadores, onde meses depois daria o vexame de ser eliminado logo no primeiro mata-mata pelo modesto Talleres-ARG.

Assim como em 2018, o São Paulo liderou o Brasileiro por diversas rodadas e depois entrou numa derrocada.

A queda de rendimento em 2018 causou a demissão de Diego Aguirre a cinco rodadas do fim, com muitos acreditando ser quase impossível o time ficar de fora das vagas diretas à fase de grupos da Libertadores.

O mesmo ocorreu em 2020. Com o time liderando, caindo bruscamente na tabela e vendo também o técnico que ajudou a levar o time à ponta, no caso Fernando Diniz, sendo demitido.

Nas duas ocasiões, os técnicos foram demitidos a cinco rodadas do fim e acabaram substituídos por interinos.

Em 2018, André Jardine assumiu interinamente e venceu apenas um dos últimos cinco jogos, perdendo na rodada final do Brasileiro a vaga direta na Libertadores. Ele acabaria sendo efetivado para 2019 e demitido com menos de um mês de temporada após a eliminação para o Talleres.

Na atual temporada, Vizolli foi o encarregado de tentar recolocar o time nos trilhos de forma interina. E, apesar de já saber que Hernan Crespo assume o comando ao fim do Brasileiro, ele chega à última rodada ameaçado de perder a vaga direta na Libertadores.

Com o resultado desta segunda, o São Paulo perde a chance de se classificar à fase de grupos da próxima Conmebol Libertadores e fica nos 63 pontos, na quarta posição, com dois pontos de vantagem para o Fluminense.

Mesmo assim, o São Paulo ainda depende só de si na última rodada, no Morumbi, para garantir a vaga direta. O problema é que a partida é contra o Flamengo, líder do campeonato que pode ser campeão.

O Fluminense encara o Fortaleza no Maracanã na quinta-feira, mesma data de São Paulo x Flamengo.