<
>

Tottenham: José Mourinho tem multa de R$ 260 milhões caso seja demitido antes do fim do contrato

Eliminado da Copa da Inglaterra e quatro derrotas nas últimas rodadas da Premier League. A fase do Tottenham está longe de ser boa, mas isso não ameaça a permanência de José Mourinho. E um dos motivos é financeiro.

Segundo reportagem do site The Athletic, o Special One tem contrato com os Spurs até junho de 2023 e está protegido por uma imensa cláusula de rescisão caso seja demitido pelo presidente Daniel Levy.

A indenização a que Mourinho teria direito, em caso de demissão, é de 40 milhões de euros, que equivalem, atualmente, a R$ 260 milhões. O português recebe um salário anual de 17,5 milhões de euros (R$ 114 milhões).

Criticado pela queda de desempenho da equipe na atual fase da temporada, Mourinho aposta todas as fichas na conquista de um troféu, que encerraria o jejum do Tottenham que dura desde 2008.

A chance mais clara é a Copa da Liga Inglesa, em que o time de Londres está na final, marcada para 25 de abril, em Wembley. O problema é que o adversário é o Manchester City, que acabou de vencer o Tottenham por 3 a 0 e soma 16 triunfos seguidos na temporada.

Em nono lugar no Campeonato Inglês, o time de Mourinho ainda está vivo na Europa League. O rival na fase 32 avos será o Wolfsberg, da Áustria.