<
>

Algoritmo prevê os campeões das principais ligas europeias com fim do domínio do PSG e de 'seca' na Itália

Os principais campeonatos da Europa estão chegando em suas retas finais e algumas equipes já despontam como favoritas em seus países. Assim, um algoritmo criado pelo Observatório de Futebol CIES previu, com expectativa de gols marcados e sofridos, as classificações das cinco grandes ligas do continente.

Na Premier League, depois de perder o título na última temporada, o Manchester City de Guardiola seria, mais uma vez, o grande campeão, com uma vantagem de 14 pontos para os rivais do Manchester United: 86 a 72, pela projeção. Liverpool e Chelsea completariam o G-4.

Em LaLiga, o Atlético de Madrid confirmaria sua vantagem atual no topo, mesmo com alguns tropeços no meio do caminho, para levar o troféu.Pelo estudo, ficaria três pontos à frente do Barcelona, com Real Madrid e Sevilla se classificando para a Uefa Champions League.

A Série A veria o fim do reinado da Juventus com o título da Inter de Milão, em uma disputa acirrada, com dois pontos de vantagem sobre o Milan e três para a Velha Senhora. O Napoli chegaria em quarto.

O domínio do PSG também seria encerrado na Ligue 1, que terminaria um ponto atrás do Lyon de Paquetá e Bruno Guimarães. O Lille seria o terceiro francês na Liga dos Campeões do próximo ano.

O único campeonato dos chamados grandes da Europa que seguiria com uma hegemonia seria a Bundesliga.

O estudo aponta para a conquista do novo título seguido do Bayern de Munique, seis pontos à frente do RB Leipzig. Bayer Leverkusen e Wolfsburg ainda deixariam o Borussia Dortmund de fora da Champions.