<
>

Brasileiro: em noite de golaços, Corinthians e Athletico-PR empatam por 3 a 3 em confronto direto por vaga na Libertadores

Em duelo direto por vaga na próxima Conmebol Libertadores, Corinthians e Athletico-PR fizeram um grande jogo na Neo Química Arena pela 35ª rodada do Brasileirão. Em partida marcada por golaços e seis gols, empate por 3 a 3 .

Com o resultado, o time paulista chegou aos 49 pontos, em 8º lugar. Já o Furacão segue em 10º, com 47.

A partida começou de maneira eletrizante. Logo aos três minutos, um golaço do Corinthians. Cantillo lançou Fagner, que ajeitou de cabeça para Gustavo Mosquito. O atacante deu um chapéu no marcado, finalizou e marcou um lindo gol para abrir o placar.

Aos sete, quase o segundo. Léo Natel limpou a marcação e finalizou para boa defesa de Santos. Dois minutos depois, o goleiro do Furacão apareceu de novo, cresceu para cima do atacante e evitou que o Corinthians aumentasse o placar.

O Timão seguia na pressão. Fagner cobrou falta, Otero subiu mais alto e cabeceou com perigo.

Aos 13, o Athletico empatou. E retribuiu o golaço. Kayzer tocou para Fernando Canesin, que achou Abner. O lateral chegou bateu forte, cruzado e acertou o ângulo de Cássio.

Mas, nem deu tempo dos comandados por Paulo Autuori comemorarem. Quatro minutos depois, o Corinthians voltou à frente do placar. Após cobrança de escanteio de Fagner, Gil desviou e Gabriel apareceu livre para completar para o gol.

Aos 32, Gustavo Mosquito apareceu na cara de Santos, tentou uma cavadinha e o goleiro do Furacão fez milagre. Um minuto depois, o Athletico empatou novamente. Após defesa de Cássio, Fernando Canesin ficou com a sobra e empurrou para o gol vazio.

Segundo tempo

Quem comecou melhor a segunda etapa foi o Athletico-PR. Vitinho, em contra-ataque, recebeu pela esquerda, ajeitou para o meio e finalizou com perigo.

Aos seis minutos, após defesa de Santos, a bola sobrou para Gustavo Mosquito, que finalizou em cima do goleiro.

Dois minutos depois, três chances incríveis em sequência para o Furacão. Renato Kayzer driblou Cássio e ficou sem ângulo para finalizar. Na sobra, Nikão finalizou e Gil tirou com o corpo. Por fim, Vitinho soltou uma bomba e a bola foi no travessão.

Aos 10 minutos, Mosquito fez o seu segundo, o terceiro do Timão. Araos segiu o atacante pela direita, que bateu cruzado e, dessa vez, venceu Santos.

O Athletico-PR não desistiu e buscou mais uma vez o empate. Após cruzamento de Fernando Canesin, Renato Kayzer furou, Vitinho dividiu a bola com Bruno Méndez no segundo pau e empurrou para as redes.

Aos 46, a última grande chegada de perigo do jogo. Piton cobrou escanteio, Gil subiu mais alto que todos na área e cabeceou à direita de Santos.

Ficha técnica

Corinthians 3 x 3 Athletico-PR

GOLS: Corinthians: Gustavo Mosquito (2x) e Gabriel; Athletico-PR: Abner, Fernando Canesin e Vitinho

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel, (Xavier) Cantillo, Gustavo Mosquito (Ramiro), Araos (Lucas Piton) e Otero (Mateus Vital); Léo Natel (Jô). Técnico: Vagner Mancini

ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique (Aguilar), Thiago Heleno e Abner; Alvarado (Luan Patrick), Christian (Vitinho) e Fernando Canesin; Nikão, Carlos Eduardo (Jadson) e Renato Kayzer. Técnico: Paulo Autuori

Estatísticas

2º jogo sem derrota do Corinthians

4º jogo sem derrota do Athletico-PR

jogo de Jadson contra o Corinthians desde que deixou o clube


Classificação

- Corinthians: 8º lugar, com 49 pontos
- Athletico-PR: 10º lugar, com 47 pontos


Próximos jogos

As equipes voltam a campo nos próximos dias, pelo Brasileirão.

*horário de Brasília