<
>

Brasileirão: Fluminense sobra no primeiro tempo, atropela o Goiás e fica cada vez mais próximo de vaga na Libertadores

O Fluminense está cada vez mais perto de confirmar a vaga na Conmebol Libertadores. Neste domingo (31), o Triocolor encarou o Goiás, no Estádio Nilton Santos, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, venceu por 3 a 0 e está na quinta posição.

Com a vitória, o clube carioca chegou aos 53 pontos e está em 5º. Já o Esmeraldino está em 18º, com 29.

O jogo

O primeiro tempo foi todo do Fluminense. Prova disso foram os três gols, que deram a vitória ao Tricolor, construídos na etapa inicial.

Aos 16 minutos de jogo, o clube das Laranjeiras abriu o placar. Após cobrança de escanteio de Nenê, Nino subiu mais alto que todos na área e fez o primeiro.

Aos 24, quase o segundo. Nenê cobrou escanteio e quase fez um gol olímpico. Tadeu espalmou e evitou. Mas, um minuto depois, viria o segundo.

Martinelli aproveitou sobra de fora da área e soltou uma bomba. A bola explodiu na trave, voltou nas costas de Tadeu e entrou.

Nenê voltou assustar aos 30 minutos. O experiente meia bateu falta e acertou o travessão de Tadeu.

Fred apareceu aos 35. O atacante invadiu a área e bateu para boa defesa de Tadeu. Um minuto depois, saiu o terceiro. Egídio fez boa jogada e serviu Martinelli. O volante bateu, a bola desviou e entrou no gol de Tadeu.

Aos 40, quase Nenê faz o gol que Pelé não fez. O meia viu Tadeu adiantou e arriscou. A bola, caprichosamente, quicou na pequena área e saiu por cima da meta.

Aos 45, Lucca perdeu chance clara. O atacante recebeu de Nenê, ficou cara a cara com Tadeu e bateu para fora.

Segundo tempo

O Fluminense voltou para o segundo tempo e deixou a bola com o Goiás. O objetivo do Tricolor era explorar os contra-ataques. No entanto, pecou pela falta de pontaria.

Aos 15, Nenê tocou para Lucca, que achou Luiz Henrique em inversão. O jovem atacante invadiu a área e bateu para fora.

Caio Paulista, que entrou na etapa final, recebeu em contra-ataque e teve a chance de transformar a vitória em goleada. Mas, em tentativa colocada, finalizou para fora.

Fred teve a chance de marcar aos 41. Após boa jogada de Fernando Pacheco pela esquerda, ao invés de finalizar, optou por fazer o corta-luz e deixou a bola para ninguém dentro da área.

Aos 46, nova chance do Flu. No contra-ataque, Fernando Pacheco disparou pela esquerda, ajeitou para a direita e bateu colocado. Tadeu espalmou para escanteio.

Ficha técnica

Fluminense 3 x 0 Goiás

GOLS: Nino e Martinelli (2x) (Fluminense)

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Calegari (Igor Julião), Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (André), Hudson, Lucca (Fernando Pacheco), Nenê e Luiz Henrique (Caio Paulista); Fred (Samuel). Técnico: Marcão

GOIÁS: Tadeu; Taylon (Índio), David Duarte (Iago Mendonça), Fábio Sanches e Heron; Shaylon, Ariel Cabral (Daniel Oliveira) e Lordelo; Fernandão (Miguel Figueira), Vinicius (Douglas Baggio); Rafael Moura. Técnico: Augusto Cesar

Estatísticas

Foi o gol de Nino com a camisa do Fluminense

Foram os 2 primeiros gols de Martinelli pela equipe profissional do Fluminense

Fluminense não perde há 4 jogos

Fluminense não toma gols há 2 jogos


Classificação

- Fluminense: 5º colocado, com 53 pontos
- Goiás: 18º colocado, com 29 pontos


Próximos jogos

Veja quando as equipes voltam a campo pelo Brasileirão:

  • Quinta-feira, 03/02, 21h30*, Bahia x Fluminense

  • Quarta-feira, 03/02, 21h30*, Goiás x Atlético-MG

*horário de Brasília