<
>

Português: Benfica de Jesus não consegue superar desfalques, volta a empatar com Nacional após 8 anos e Porto 'agradece'

E a segunda-feira (25) não foi nada boa para o Benfica. Em compromisso pela 15ª rodada do Campeonato Português, o comandados do técnico Jorge Jesus apenas empataram em 1 a 1 com o Nacional, em pleno Estádio da Luz, e quem comemorou foi o rival Porto, que pode abrir vantagem na vice-liderança se vencer o Farense.

Para a partida, os donos da casa tiveram 10 desfalques, todos por COVID-19. O Benfica até tentou adiar o jogo, proposta que não foi aceita pelo rival da Ilha da Madeira.

Os Encarnados não demoraram a abrir o placar. Logo aos 7 minutos de jogo, o lateral João Ferreira tocou para o meia-atacante Rafa Silva, que entrou na área e cruzou rasteiro para Chiquinho, que, de primeira, estufou as redes na Luz. Após revisão no VAR, entretanto, por posição ilegal de Rafa, o tento foi anulado.

Porém, não demorou muito para que o Benfica voltasse a estufar as redes, e desta vez de formal legal. Aos 13 minutos, Pizzi fez boa jogada pela direira, entrou na área e cruzou milimetricamente para Chiquinho, que com cabeçada certeira enfim colocou a equipe da Luz na frente.

No segundo tempo, o Nacional também não demorou para igualar o placar. Logo aos 2 minutos, após bobeada da defesa do Benfica em lance de bola parada, Rochez recebeu cruzamento na átea e, de peixinho, balançou as redes.

Aos 10 minutos, o jogo teve uma polêmica. Franco Cervi, já dentro da área, tentou cruzamento e a bola bateu no braço de um defensor do Nacional. Mesmo após revisão do VAR, a penalidade máxima não foi marcada. O que, na visão do comentarista dos canais Disney Eugênio Leal, foi um equívoco.

Aos 20 minutos, os Encarnados tiveram boa chegada com Seferovic, que finalizou dentro da área, mas a bola foi defendida pelo goleiro do Nacional Daniel.

Aos 37 minutos, o atacante suíço teve mais uma boa chance para o Benfica, mas a defesa do Nacional travou o jogador, que não consecuiu finalizar para o gol, que estava livre.

Quem teve um grande destaque no jogo foi o zagueiro brasileiro Pedrão, do Nacional. Com passagem pelo Palmeiras, o jogador de 23 anos dificultou bastante para o Benfica.

Com o resultado, o Benfica sofreu o seu terceiro tropeço consecutivo na temporada. O clube lisboeta foi a 33 pontos, mas ainda pode ser superado pelo Porto, em 3º na tabela com 32, que encara o Farense, fora de casa, também nesta segunda.

Já o Nacional, voltou a pontuar após quatro jogos, foi a 14 pontos e subiu para 14º na tabela. A equipe, porém, ainda está a apenas um ponto do Gil Vicente, que abre a zona de rebaixamento.

Ficha técnica

Benfica 1 x 1 Nacional

GOLS: Chiquinho (Benfica); Rochez (Nacional)

BENFICA: Svilar; João Ferreira, Jardel, Ferro e Cervi; Weigl, Rafa Silva (Pedrinho), Chiquinho (Taarabt) e Pizzi; Seferovic e Darwin Núñez (Gonçalo Ramos). Técnico: Jorge Jesus

NACIONAL: Daniel; Kalindi, Pedrão, Rui Correia (Lucas Kal) e Witi; Nuno Borges, Thill (Camacho), Koziello (Rúben Micael), Francisco Ramos e Gorre; Rochez. Técnico: Carlos Simões

Estatísticas

- O Benfica somou o seu empate consecutivo no Português

- O Nacional voltou a somar pontos depois de 4 jogos

- Chiquinho marcou seu gol na temporada

- O Benfica não empatava com o Nacional desde 2013, ou seja, há 8 anos

Classificação

- Benfica: 2º, com 33 pontos
- Nacional: 14º, com 14 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo nos próximos dias.:

  • Quinta-feira, 28/01, às 18h15* - Benfica x Belenenses - Taça de Portugal

  • Sábado, 30/01, às 12h30* - Nacional x Famalicão - Português

*horário de Brasília