<
>

Cuca assume culpa por derrota do Santos e diz: “Pode ter significado melhor que uma má vitória”

Cuca assumiu a culpa pela derrota do Santos por 4 a 3 para o Goiás neste domingo, na Vila Belmiro, em duelo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe abriu 2 a 0 antes do intervalo, mas voltou muito pior para o segundo tempo e sofreu a virada.

“Primeiro tempo foi muito bem jogado, que a gente espera da equipe, jogando com tranquilidade, criando chances, dando poucas chances ao adversário e se impondo dentro da característica. Na segunda etapa mal jogado, totalmente distinto. E muito bem jogado pelo Goiás. Podemos questionar pênalti claro quando estava 2 a 0, que o pênalti do Goiás foi fora da área… Mas não cabe ao árbitro essa derrota. Temos que assimilar porque tivemos dois tempos distintos. E aí entra a culpa do treinador. Eu fui mal hoje, jogadores não têm culpa. Eu poderia ter dado a concentração ideal para o segundo tempo e não fiz, deixei fluir ao natural. Responsabilidade e culpa totais são minhas. Mérito ao Goiás, parabéns, e eu não dei a concentração devida. Por isso tomamos os gols. Jogada de bola parada, que geralmente cortamos, e dois erros em saídas de bola que geralmente não temos”, disse Cuca.

“Se eu tivesse cobrado no intervalo, sido assíduo como geralmente sou, postura poderia ser diferente. Isento eles do segundo tempo e assumo essa culpa. Agora temos terça contra o Atlético-MG e uma preparação para o sábado. Estou tranquilo e consciente porque uma derrota, por pior que ela seja, pode ter significado melhor que uma má vitória. Poderei trabalhar coisas que não trabalharia na vitória. Serei mais humilde ainda durante a semana e tirarei deles o máximo, quando vitória às vezes não dá essa chance. Agradeço a Deus por esse momento que pode ser um alerta para fazer diferente. E vamos fazer”, completou.

O treinador falou sobre a derrota “ajudar” na semana dos titulares do Santos antes da final da Libertadores da América contra o Palmeiras no sábado, no Maracanã.

“Em cima de uma derrota é melhor para trabalhar. Se trabalharíamos meia hora, vamos trabalhar uma hora. Vamos fazer ainda mais forte. Tudo que Deus faz é bom”, afirmou.

O Santos terá os reservas para enfrentar o Atlético-MG nesta terça-feira, no Mineirão. Os titulares treinarão no CT Rei Pelé antes da viagem ao Rio de Janeiro na quarta.