<
>

Série B: Náutico empata com o Cruzeiro, que teve Fábio expulso, e garante permanência

Pela 37ª e penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Cruzeiro e Náutico empataram em 0 a 0, neste domingo, no Independência. O resultado foi indiferente para a Raposa, que não briga por mais nada na competição. O Timbu, no entanto, garantiu a permanência na Série B da próxima temporada.

A partida foi marcada pela expulsão do goleiro Fábio, com apenas nove minutos do primeiro tempo. Apesar da vantagem numérica durante quase todo o confronto, o time pernambucano não foi capaz de buscar a vitória.

Com 48 pontos, o Cruzeiro está na 12ª colocação da Série B. O Náutico, por sua vez, segue na 15ª posição, mas alcançou os 43 pontos e não pode mais ser ultrapassado pelo Figueirense, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.

O JOGO

A partida no Independência começou movimentada. Logo aos cinco minutos, Kieza recebeu grande lançamento entre os zagueiros, ficou cara a cara com Fábio e tentou driblar o goleiro. O camisa 1 do Cruzeiro, no entanto, defendeu com o braço direito fora da área. Após uma longa consulta com o assistente, o árbitro Flavio Rodrigues de Souza expulsou o arqueiro da Raposa.

Com um jogador a mais, o Náutico criou as principais chances da primeira etapa. Primeiro, Jean Carlos arriscou de perna esquerda em cobrança de falta e levou perigo. Depois, foi a vez de Kieza tentar de cabeça e mandar para fora. Pouco antes do intervalo, Jean Carlos mandou outra bomba em cobrança de falta, exigindo a primeira boa defesa do jovem goleiro Vitor Eudes.

O Cruzeiro entrou ligado na segunda etapa e assustou o Timbu. Logo no primeiro lance, Ramón aproveitou a cobrança de escanteio de Matheus Pereira e cabeceou forte, mas Anderson defendeu. Quatro minutos depois, Giovanni finalizou de longe e tirou tinta do travessão.

O Náutico voltou a dominar as ações do jogo aos 15 minutos, quando Vinicius acertou o travessão em um chute forte de fora da área. Dez minutos depois, Jean Carlos arriscou de longe novamente, exigindo mais uma intervenção de Vitor Eudes.