<
>

Copa da Inglaterra: jornal inglês critica Gabriel Jesus, chama gol perdido de 'inaceitável', e brasileiro lamenta 'temporada de m***'

Neste sábado (23) o Manchester City não teve vida fácil contra o Cheltenham, da 4ª divisão, em duelo válido pela quarta rodada da Copa Inglaterra e só conseguiu os três gols da vitória de virada por 3 a 1, fora de casa, no fim do 2º tempo. Apesar de ter anotado o tento que colocou os Citzens em vantagem no placar, aos 39 minutos da etapa final, foi um dos jogadores mais criticados pela imprensa inglesa por sua atuação.

Entre os jornais mais renomados da cidade de Manchester, o Manchester Evening News não poupou o atacante brasileiro. Além de ter avaliado o desempenho do ex-Palmeiras em campo como "pobre", o veículo também foi bastante crítico a uma chance incrível por ele desperdiçada, ainda no 1º tempo.

"A chance que foi salva nos segundos iniciais foi lamentável; o cabeceio livre desperdiçado no 1º tempo foi decepcionante; o um-a-um perdido em um 0-0 era inaceitável. Ele marcou o gol da vitória, mas deveria ter deixado o jogo seguro antes do Cheltenham marcar", disse o jornal, sobre o lance.

Em meio às críticas recebidas, o próprio atacante fez uma autrocrítica da sua temporada. Recentemente fora de combate por ter testado positivo para a COVID-19, Jesus não mediu palavras ao avaliar o seu desempenho.

"Estou voltando após ter testado positivo para COVID-19, esta temporada não está fácil para mim", começou a dizer o atacante, de 23 anos, a outro veículo, a BBC Sport.

"É difícil porque no primeiro jogo da temporada me lesionei. Então foi uma m*** para mim, depois quando comecei a jogar, a COVID, então agora tenho que voltar ao meu ritmo, minha força para tentar jogar e ajuda como eu fiz este ano", prosseguiu.

Em relação ao desempenho do City, no geral, o brasileiro justificou porque a sua equipe teve tanta dificuldade em vencer o rival, que está no 4º escalão do futebol da Inglaterra.

"Eu era assim há muito tempo, quando era jovem e precisava enfrentar horas de ônibus para jogar futebol. É fácil para mim, para todos os meninos. Temos que vir jogar para ganhar. Eles jogaram bem, sabíamos que ia ser difícil", disse.

"Às vezes, você tem que sofrer para tentar trabalhar duro e voltar mais forte como fizemos", concluiu.

Em sua quinta temporada pelo City, Jesus tem apenas 16 jogos disputados e cinco gols marcados. Vale lembrar, que ao longo da campanha, ele chegou a alternar como titular e reserva do técnico de Pep Guardiola.