<
>

Técnico 'freguês' de São Paulo e Corinthians deixa futebol chinês e abre caminho para volta à Premier League

Rafa Benítez está livre no mercado. O experiente treinador espanhol decidiu deixar o Dalian Pro, da China, por conta da pandemia da COVID-19 e pode retornar à Premier League.

Preocupado com o vírus, o treinador decidiu largar o desafio que estava desde 2019. A despedida foi divulgada nas redes sociais.

“Infelizmente, como tantas coisas no ano passado, a COVID-19 mudou nossas vidas e nossos projetos. Tem sido uma experiência incrível e por isso gostaria de agradecer a toda a minha equipe, treinadores, equipe médica e do clube, bem como aos nossos jogadores. A pandemia ainda está aqui, para todos nós, e apoiar nossas famílias tem sido uma prioridade ao tomar essa decisão”, disse o treinador.

Com a saída, Rafa Benítez abriu mão de um contrato vantajoso. Ele recebia 12 milhões de libras, cerca de R$ 89 milhões, por temporada.

De acordo com o jornal The Guardian, o destino do comandante seria a Premier League. Vale lembrar que Steve Bruce, que assumiu o lugar do espanhol no Newcastle, está sob pressão e não gostou de ter seu trabalho comparado ao do espanhol.

“Ele era um treinador de classe mundial. Onde ele terminou? Isso é sucesso? Deixamos no mesmo lugar que o Rafa (13º na temporada 2018/19)”, disse Bruce.

Além do trabalho com o Newcastle e o Dalian Pro, Rafa Benítez dirigiu times como Real Madrid, Napoli, Chelsea, Inter de Milão, Liverpool e Valencia.

Os torcedores brasileiros lembram bem do treinador, vice-campeão do mundo duas vezes. Na primeira, sob o comando do Liverpool, perdeu para o São Paulo, em 2005. Na segunda, à frente do Chelsea, foi derrotado pelo Corinthians, em 2012.