<
>

Premier League: Liverpool cai em 'jogo impossível de perder' e joga fora duas marcas de uma só vez

Foi mais do que uma derrota qualquer. Levar 1 a 0 do Burnley em Anfield, com pênalti cometido pelo goleiro brasileiro Alisson a oito minutos do fim, rendeu ao Liverpool mais uma rodada de jejum na Premier League e a queda de duas marcas bastante significativas na história do clube.

A primeira diz respeito a Anfield. A última derrota no estádio acontecera em abril de 2017: 2 a 1 para o Crystal Palace, na reta final daquela temporada. Desde então, foram 68 jogos de invencibilidade no Campeonato Inglês até cair para o Burnley na última quinta-feira (21).

Foi a quinta partida sem vencer na liga, e a quarta consecutiva sem marcar gols (Newcastle, Southampton, Manchester United e agora Burnley). São mais de 7 horas sem marcar, o que não acontecia desde maio de 2000. Na época, foram cinco jogos em branco, contra Everton, Chelsea, Leicester City, Southampton e Bradford.

Isso tudo em uma partida "impossível de perder", como bem descreveu Jürgen Klopp na entrevista ao vivo da Sky Sports, detentora dos direitos de transmissão da Premier League na Inglaterra. Os números dão razão ao alemão.

O Liverpool terminou com 72% de posse de bola, 27 chutes a gol, 857 passes trocados e 12 escanteios, contra um Burnley que finalizou apenas seis vezes, distribuiu metade dos passes e não bateu nenhum tiro de canto. Mas soube aproveitar o pênalti no fim para entrar na história.

"O jogo era impossível de perder, mas nós conseguimos. É minha culpa por que é meu trabalho dar aos rapazes o sentimento certo, a dose certa de confiança e fazê-los tomar a melhor decisão. E isso obviamente não aconteceu", desabafou Klopp.

Agora, o atual campeão inglês está na, para ele, modesta quarta posição, com 34 pontos, seis a menos que o líder United e com a possibilidade de ver o rival Manchester City, com quem disputou jogo a jogo os últimos títulos, abrir uma vantagem de sete pontos à frente.

O próximo compromisso é pela FA Cup, a Copa da Inglaterra. Os Reds encaram o Manchester United, no domingo, pela quarta fase do torneio eliminatório. Na Premier League, o desafio é na quinta que vem (28), contra o Tottenham, em Londres.