<
>

Abel diz que seguirá escalando Palmeiras com 'força máxima' no Brasileiro: 'Tem sido nossa filosofia'

Após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, nesta quinta-feira, pela 31ª rodada, o Palmeiras viu suas chances de título no Campeonato Brasileiro caírem bastante.

No entanto, o técnico Abel Ferreira revelou que seguirá escalando "força máxima" nas partidas da Série A, sem poupar o elenco para a final da Conmebol Libertadores, dia 30 de janeiro, no Maracanã.

"Vou fazer o que sempre fizemos até agora: gestão de energia e jogar com a força máxima em todos os jogos. Essa tem sido a nossa filosofia", afirmou.

Apesar disso, o comandante admitiu que vem tendo dificuldades para montar a equipe, já que o plantel está muito desfalcado, e sua comissão precisa controlar minuto a minuto a fadiga dos atletas.

"Para mim, tem sido um trabalho tremendo (escalar o time), porque temos que gerir não só o resultado, mas também o tempo de jogo de cada atletas. Temos que entender os jogadores que temos, e vocês sabem que temos vários lesionados, o que é fruto da intensidade e dos jogos constantes que vamos ter, e obrigam a mim, quando faço os jogos, a pensar nas substituições que temos que fazer no tempo de jogo", afirmou.

"Porque não há outra forma, com um plantel tão reduzido, de conseguir ter os jogadores frescos para nos dar a resposta máxima a cada jogo se for dessa maneira", completou.

Antes de encarar o Santos na final da Libertadores, o Verdão ainda tem dois jogos do Brasileiro.

O 1º será contra o Ceará, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Castelão, pela 32ª rodada.

Depois, já na terça, há duelo contra o Vasco, no Allianz Parque. A partida é atrasada da 1ª rodada da competição.