<
>

Jorge Jesus detalha surto de COVID-19 no Benfica e se preocupa por futuro: 'Me assusta'

O Benfica perdeu para o Braga por 2 a 1 e foi eliminado na semifinal da Taça da Liga de Portugal. Além do resultado esportivo ruim, o clube precisa lidar com um surto de COVID-19, que assusta o técnico Jorge Jesus.

Logo após a partida, durante entrevista coletiva, o Mister deixou claro que a doença passa do contexto futebol. E se emocionou pelas pessoas que estão perdendo a vida pelo vírus.

“Não queria falar muito sobre isso porque dá a sensação de que estaria dando desculpa. Nós, o povo português, não o Benfica, estamos passando por uma coisa muito difícil. A morte de 200 pessoas por dia dói o coração de qualquer português. Não morreu ninguém na estrutura do Benfica, mas numa semana tivemos 26 casos. Tive de dar treinos separados, não nos podíamos encontrar, não houve ambiente. Era como se houvesse um problema numa família em que todos precisam ficar separados”, disse o treinador, completando.

“Nas últimas semanas tínhamos o grupo restabelecido, mas esta semana tivemos um surto muito complicado. Tivemos de nos adaptar. Não foi por isso que não ganhamos. O Benfica podia ter vencido o jogo hoje, fizemos o suficiente para isso, mas falhamos nos detalhes. Tivemos de ir para o jogo, a lei assim determinou. Perdemos e não me quero desculpar com nada”, disse o Mister.

Questionado sobre o que vem pela frente, Jorge Jesus deixou claro que não está tranquilo. Segundo ele, o momento atual tem sido complicado e afirmou que o lado psicológico de todos acaba sendo afetado.

“Futuro? Claro que me assusta. Já são 18 jogadores que tiveram este problema e não sei o que vai acontecer daqui para a frente. Da minha comissão técnica sou o único que não estou infetado. Tem sido complicado. É complicado emocional e psicologicamente gerir uma família que não pode se encontrar”, finalizou.

O Benfica volta a jogar pelo Campeonato Português, na segunda-feira, contra o Nacional de Madeira. A equipe está na terceira posição, com 32 pontos, mesmo número do rival Porto. O Sporting lidera, com 36.