<
>

Real Madrid acumula vexames contra times da 3ª divisão da Espanha; relembre eliminações

Ser eliminado por equipes da terceira divisão é uma hecatombe para equipes do nível do Real Madrid, mas não é necessariamente uma novidade na história do clube merengue.

A queda na Copa do Rei para o Alcoyano, na prorrogação e com um jogador a mais, foi a quinta desde a temporada 2000-01. Abaixo, o ESPN.com.br relembra detalhes de todas elas.

(Conteúdo patrocinado por: Claro, Ford, Sportingbet e Ipiranga)

Toledo em 2000

A primeira queda relativamente recente foi para o modesto Toledo. Em 13 de dezembro de 2000, o Real Madrid, em início de sua era galáctica, caiu por 2 a 1 para o adversário, diante de 6 mil pessoas, pela segunda fase da Copa do Rei.

Em campo, estavam nomes como Fernando Hierro, Santiago Solari e Fernando Morientes, além dos brasileiros Flávio Conceição e Sávio. Estrelas daquele time, Roberto Carlos, Luis Figo e Raúl não jogaram.

Real Unión em 2008

Mais uma derrota para um adversário inexpressivo na conta. Em fase de transição entre a primeira e segunda era galáctica, o Real Madrid caiu por 3 a 2, também nas fases preliminares da Copa do Rei. Nem a vitória por 4 a 3 em casa adiantou, já que os merengues saíram pelo critério de gol fora de casa.

O principal nome daquele time era Guti, que tinha a seu lado os então garotos Marcelo, hoje uma lenda no Santiago Bernabéu, e Gonzalo Higuaín, atualmente nos Estados Unidos.

Alcorcón em 2009

O Real gastou 254 milhões de euros na temporada 2009-10 em nomes como Cristiano Ronaldo, Kaká e Karim Benzema. Apenas com o francês em campo, o time foi atropelado pelo Alcorcón por 4 a 0, na primeira partida da fase 32 avos.

Na volta, já com Kaká entre os titulares, a equipe de Manuel Pellegrini não saiu de uma magra vitória por 1 a 0 e viu o adversário fazer a maior festa de sua história no Bernabéu.

Cádiz em 2015

Nesta, a eliminação foi diferente. Em campo, o Real Madrid venceu por 3 a 1, mesmo poupando boa parte de suas estrelas, mas acabou fora da competição pela escalação irregular de Denis Chrsyshev, que estava suspenso. Assim, o Cádiz avançou no torneio.