<
>

Fábio desabafa e agradece chegada de Felipão ao Cruzeiro: 'A gente estaria em uma situação muito mais delicada'

play
Palmeiras, Coritiba e Cruzeiro: Alex revela o que pensa sobre trabalhar nos clubes em que foi ídolo (2:02)

'Não ligo muito para a pressão'; completou o ex-meia (2:02)

Fim do sonho do Cruzeiro retornar em 2021 para a Série A do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o clube mineiro foi até Caxias do Sul encarar o Juventude e saiu derrotado. Com gol de Rafael, a equipe jaconera venceu no Estádio Alfredo Jaconi e segue em busca da vaga na elite.

Após a partida, o goleiro Fábio, que já desabafou em algumas oportunidades na temporada, voltou a pedir desculpas ao torcedor e afirmou que a situação do Cruzeiros seria pior caso Felipão não retornasse.

"O time dominou o jogo, infelizmente não conseguimos de novo uma melhor finalização para fazer o gol e ter a possibilidade de virar. O torcedor já sabe tudo que aconteceu, tem que estar sempre preocupado e cobrando, a gente precisa não errar mais como errou em 2020, temos que ter uma equipe forte em todos os aspectos e temos que agradecer muito o Felipão porque se ele não tivesse chegado com o trabalho dele e com a comissão ia ser muito mais difícil. A gente ia estar passando por uma situação muito mais delicada como tava no começo sem ele".

Em seguida, o goleiro e ídolo do clube celeste falou para o torcedor. Fábio ressaltou a importância da torcida em cobrar e apoiar. Ao fim, o atleta destacou a importância de já pensar na próxima temporada, montar um bom time para poder voltar a dar orgulho aos apaixonados pelo Cruzeiro.

"O torcedor é o dono do Cruzeiro e tem que se atentar, lutar junto para gente montar uma equipe forte e merecedora de vestir essa camisa, igual a gente lutou, lutou, mas ao longo da competição toda todo mundo sabe o que aconteceu, uma equipe sendo montada ao longo da competição, com várias situações de Fifa, situações delicadas, isso daí com certeza é difícil numa temporada que era tão importante que a gente pudesse ter o acesso. Agora é trabalhar esses jogos para fazer uma pontuação e não ficar preocupado e, sim, fazer um grande planejamento para um centenário de uma equipe forte que dê orgulho para o nosso torcedor", finalizou.

Com 44 pontos, o Cruzeiro não tem mais chance de acesso. Faltando três rodadas para o fim e na 13ª posição, o clube mineiro passará o ano do centenário na Série B. Na próxima rodada, os comandados por Felipão encaram o Operário, em casa.