<
>

Liverpool e Manchester United têm elementos extras que esquentaram a rivalidade nesta temporada antes de confronto direto

Depois de anos em que pelo menos uma das equipes esteve afastada do topo da tabela, Manchester United e Liverpool são, hoje, os dois times que lideram a classificação da Premier League.

Neste domingo (17), os dois rivais estarão frente a frente no principal clássico dos últimos anos. A partida em Anfield vale a primeira colocação da tabela e terá transmissão ao vivo e exclusiva da ESPN Brasil e do ESPN App, a partir das 13h15, e tempo real do ESPN.com.br.

E esse é um dos elementos que esquenta a rivalidade entre os dois times nesta temporada. A última vez que os dois times duelaram pelo título foi na temporada 2008/09, quando os Red Devils levaram a melhor, quatro pontos na frente dos rivais.

Além da disputa pelo topo nesta temporada, a disputa da taça ainda está relacionada à hegemonia do Manchester United como maior campeão nacional, com 20 conquistas. O Liverpool, com o título da última temporada, possui 19.

Por muitos anos, o domínio pertenceu aos Reds. Com o jejum de 30 anos e as seguidas conquistas do rival, porém, os Red Devils ‘tomaram a ponta’ com o título de 2011 e aumentaram a vantagem em 2013.

Por fim, nas últimas semanas, uma declaração de Klopp sobre marcações de pênaltis para o United gerou polêmica na Inglaterra. Após considerar que foi prejudicado na derrota para o Southampton por 1 a 0, o treinador disse que os rivais têm muito mais penalidades em seu favor.

“O que Andre Marriner (árbitro) fez com Sadio Mané esta noite, não tenho certeza se foi ok. O Manchester United teve mais pênaltis em dois anos do que eu em cinco anos e meio. Mas sem desculpas por esta noite”, disse.

Na última semana, o ex-árbitro Mark Clattenburg rebateu as críticas de Klopp, em entrevista ao jornal inglês Daily Mail.

"Jurgen Klopp deve estar preocupado, porque seus comentários na semana passada sobre o Manchester United e os pênaltis foram tirados diretamente do manual de Sir Alex Ferguson", disse o ex-árbitro.

"Foram jogos mentais - uma tentativa de influenciar o árbitro Paul Tierney e entrar em sua cabeça antes de uma grande partida entre Liverpool e United neste domingo. Mas sejamos claros: não há conspiração por parte dos árbitros e dirigentes. Klopp estava insinuando que há? Ou estava sugerindo que o United tem jogadores que são incentivados a mergulhar?", disparou.

O Manchester United lidera a Premier League com 36 pontos em 17 jogos. Com o mesmo número de partidas, o Liverpool tem 33 pontos e busca a vitória para retomar o topo.