<
>

Bundesliga: Coulibaly saiu de graça do PSG e entrou na mira do Dortmund após só 14 jogos no campeonato

Christopher Nkunku, Jonathan Ikoné, Moussa Diaby... Em meio aos títulos e aos craques que têm sido rotina no Paris Saint-Germain nos últimos anos, o clube também viu jovens saírem desconhecidos e se firmarem em outras equipes.

Além dos três nomes já mencionados, outro exemplo é Tanguy Coulibaly, que saiu da capital francesa no meio de 2019 sem qualquer partida feita pelo time principal. Em um negócio sem custos, o atacante, então com 18 anos, assinou com o Stuttgart.

A tradicional equipe alemã tinha acabado de ser rebaixada na Bundesliga e conseguiu o retorno de imediato ao ser vice-campeão da segunda divisão, mas Coulibaly praticamente não fez parte da campanha. Ele disputou um total de 20 minutos, entrando na parte final de dois jogos do campeonato. O francês atuou mais pelo segundo time do clube, que conseguiu a promoção do quinto para o quarto escalão nacional.

Já na atual temporada, a situação de Coulibaly mudou significativamente. Mais adaptado, o atacante esteve em campo em 16 dos 17 jogos do Stuttgart em 2020-21 - foi titular em nove deles. Ele marcou dois gols na Bundesliga, sendo um contra o Bayern de Munique e outro diante do Borussia Dortmund, na goleada de sua equipe por 5 a 1 em pleno Signal Iduna Park.

Aliás, por falar no Dortmund, o nome do francês surgiu como alvo dos aurinegros, de acordo com a revista France Football. O atleta de 19 anos (completa 20 em 18 de fevereiro) seria uma das possibilidades para o Borussia em meio a uma eventual ida de Jadon Sancho ao Manchester United.

Assim como o inglês, Coulibaly chama atenção pela habilidade, uma vez que soma 29 dribles certos e é o quinto melhor na Bundesliga no quesito. Jadon Sancho aparece no segundo lugar com 38, cinco a menos do que Matheus Cunha. Se for considerado a média a cada 90 minutos, o jogador do Stuttgart aparece na segunda posição, com 3,83, atrás apenas de Amine Harit (3,89), entre os nomes que estiveram em campo ao menos 500 minutos neste campeonato.

Coulibaly já atraiu muitos olhares em pouco tempo. Muito pouco tempo. Afinal, caso ele entre em campo neste sábado contra o Borussia Monchengladbach, será apenas a 15ª partida dele na Bundesliga. Os torcedores do Stuttgart mal podem esperar o que vem pela frente - isso se ele permancer muito tempo na Mercedes-Benz Arena.