<
>

BOMBOU! 'Barca' do River Plate, passagem de Dome no Flamengo e calendário 'maluco' do Palmeiras

play
Gabigol não acha certo protesto de torcedores do Flamengo: 'Não foi algo tão pacífico, amassou carro de jogadores' (0:55)

Atacante deu entrevista coletiva nesta sexta-feira no Ninho do Urubu (0:55)

O mundo do esporte tem notícias bombásticas nesta sexta-feira (15). E o ESPN.com.br traz o que de melhor aconteceu.

Além da eliminação para o Palmeiras na Conmebol Libertadores, o River Plate pode ver um desmanche acontecer no seu elenco, já que seis estrelas do time pediram para ir embora.

Em entrevista, o lateral-esquerdo do Flamengo Filipe Luís falou sobre muitos assuntos. Entre eles, sobre a passagem de Domènec Torrent no Rubro-Negro. Para ele, qualquer um que chegasse para substituir Jorge Jesus teria dificuldades.

Entre os times da Série A, o Palmeiras foi quem mais entrou em campo. Foram ao todo 61 partidas na temporada 2020, que ainda não terminou, com 34 vitórias, 18 empates e apenas nove derrotas. E existe resposta para este 'calendário maluco' do clube.

Veja abaixo as principais notícias desta sexta-feira:

Efeito Palmeiras: jornal argentino diz que seis estrelas do River comunicaram a Gallardo que desejam deixar o clube

Filipe Luís diz que Ceni é 'amigão' de elenco do Flamengo e lembra Dome: ''Qualquer um que viesse depois do Jesus seria na hora errada''

Domenech defende altos salários de jogadores: 'Metade do que pagam ao Neymar vai para hospitais públicos'

Filipe Luis diz que faltou ao Flamengo 'respeitar menos' o Liverpool e explica por que não gosta de ver o São Paulo jogar

Dracena prevê Abel Ferreira como um dos 'melhores do mundo' e diz que Palmeiras hoje é 'alvo' no Brasil

Kelvin lembra gol histórico que deixou Jorge Jesus de joelhos em Porto x Benfica: 'Caiu a máscara'

Abel Ferreira tem uma partida a cada quatro dias de Palmeiras e brinca: 'Trabalhei mais aqui do que na Europa'

Brenner troca de empresário, 'cria' imbróglio de RS 25 milhões e aumenta chance de sair mais cedo do São Paulo

Presidentes de Corinthians e São Paulo negam pressão por final entre Santos e Palmeiras na Libertadores