<
>

Sterling volta ao City com pênalti bizarro, mas supera recorde que pertencia a Messi com Guardiola

Raheem Sterling voltou a atuar pelo Manchester City nesta quarta-feira (13) de um jeito nada agradável. O camisa 7 entrou no segundo tempo na vitória magra sobre o Brighton, pela Premier League, atuou oito minutos e teve a chance de marcar um gol, mas desperdiçou um pênalti de forma bizarra, chutando bem longe da baliza.

Mas o simples fato de estar em campo já garantiu ao inglês uma marca de respeito. Sterling é agora o jogador mais utilizado por Pep Guardiola em seus quase 13 anos como treinador de futebol. São 220 jogos sob comando do espanhol em quatro temporadas e meia na Inglaterra.

O antigo dono do recorde era ninguém menos que Lionel Messi, escalado 219 vezes por Guardiola no Barcelona, entre 2008 e 2012. O argentino, porém, segue inalcançável no quesito gols: foram 211 bolas na rede sob a tutela de Pep, contra "apenas" 96 de Sterling.

A marca de Sterling também é bastante considerável se comparada a outros grandes nomes dirigidos por Guardiola. Xavi e Daniel Alves, por exemplo, atuaram 208 vezes com o técnico, enquanto Kevin de Bruyne, maior nome do atual City, tem 202 aparições sob comando do espanhol.

Estão atrás ainda jogadores como Fernandinho e Sergio Busquets (191), Andres Iniesta (181) e Sergio Agüero (171). Os jogadores do Bayern de Munique ficam muito atrás na comparação pelo fato de a Bundesliga ser um campeonato menor em relação ao Espanhol e ao Inglês. Manuel Neuer, por exemplo, foi escalado 152 vezes por Guardiola.

Sterling ainda tem muito tempo para aumentar seu recorde, já que tanto o atacante quanto Guardiola têm contrato com o City até junho de 2023. O próximo compromisso da equipe de Manchester é domingo (17), contra o Crystal Palace, no Etihad Stadium.