<
>

Final entre Palmeiras e Santos na Libertadores aumenta chance de G-8 de novo no Brasileirão

Aos times do meio de tabela do Campeonato Brasileiro, a final da Conmebol Libertadores entre Santos e Palmeiras é um sinal de esperança de que eles têm agora provavelmente mais chances de disputarem a principal competição do futebol sul-americano em 2021.

Com Santos e Palmeiras fazendo a final continental, e o alviverde na decisão da Copa do Brasil contra o Grêmio, é possível novamente que os oito primeiro colocados do Brasileirão se classifiquem para a Libertadores, assim como em 2019.

Na última ocasião, o Flamengo, campeão nacional e da Libertadores, fez com que "abrisse" uma sétima vaga para a competição continental na tabela do Brasileirão. E o Athletico-PR, que terminou o campeonato em quinto e venceu a Copa do Brasil, abriu o oitavo posto. Neste caso, Internacional e Corinthians foram os beneficiados.

O Grêmio atualmente é o quinto colocado do Brasileiro, seguido pelo Palmeiras, que tem dois jogos a menos. O Santos ocupa a oitava posição.

Se os campeões da Libertadores e Copa do Brasil se mantiverem entre os sete primeiros do Brasileiro, aí os oito primeiro colocados da competição se garantiriam no torneio continental de 2021.

Vale lembrar que, mesmo que haja um G-8 ou G-7, os dois piores classificados no Brasileiro dentre aqueles que vão à Libertadores, com exceção do campeão da Copa do Brasil, disputam a fase preliminar da competição continental.

O campeão da Copa do Brasil se garante direto na fase de grupos da Libertadores.

Atualmente, São Paulo (56 pontos), Internacional (53), Atlético-MG (50) e Flamengo (49) formam o G-4 do Brasileiro. Eles são seguidos por Grêmio (49) e Palmeiras (47) no G-6.

Fluminense (43), Santos (42), Ceará (39), Corinthians (39) e Athletico-PR (38) brigam neste momento para integrar o G-8.