<
>

Libertadores: Jornal argentino diz que Santos deu 'surra' em campo e detona Boca: 'Nunca esteve à altura'

O jornal Olé, da Argentina, reconheceu a enorme superioridade do Santos na vitória por 3 a 0 sobre o Boca Juniors, nesta quarta-feira, pela semifinal da Conmebol Libertadores.

Em sua crônica do jogo, o diário afirmou que o Peixe deu uma paliza (em português, surra) nos xeneizes, e criticou muito o futebol apresentado pelo gigante de Buenos Aires.

"O Boca não conseguiu nada. Apenas sobreviveu enquanto pode. Chegou até a semifinal, mas não esteve à altura em nenhum momento. Foi goleado pelo Santos no Brasil, e o sonho da conquista da 7ª Libertadores não se realizou", lamentou.

"Poucos se salvaram e estiveram à altura hoje. Pouquíssimos. Izquierdoz e Tevez. Não é suficiente, não dá para jogar uma competição desse nível assim. Talvez sirva apenas para o Campeonato Argentino...", ironizou.

"Os jogadores não mostraram a hierarquia que o Boca requer historicamente. Foram jogadores sem atitude para jogar uma semifinal de Libertadores. Um time sem funcionamento coletivo. Uma equipe que não soube usar sua principal virtude, que é o contra-ataque. Um técnico que errou todas as mudanças que fez. Um plantel que parece ser o mais fraco dos últimos anos, com baixas e sem reforços de nível. Assim, veio uma eliminação que pode ser a mais merecida de todas", encerrou.

O Olé ainda criticou muito o lateral Fabra, que foi expulso após o Santos abrir 3 a 0, depois de aplicar um pisão no atacante Marinho.

O jornal chamou o colombiano de "irresponsável" e considerou que o lance terminou de matar o Boca no jogo.

Na grande decisão, o time comandado por Cuca irá enfrentar o rival Palmeiras, dia 30 de janeiro, às 17h (de Brasília), no Maracanã - o Verdão eliminou o River Plate na terça-feira.

A partida terá transmissão da FOX Sports e acompanhamento em tempo real do ESPN.com.br.