<
>

Ex-presidente do Flamengo critica Braz, diz que Landim é comandado por BAP, que responde duramente

O Flamengo vive um momento conturbado na temporada. Três jogos sem vencer, Rogério Ceni pressionado, protesto na porta do Ninho do Urubu e um racha na diretoria, que foi duramente criticada por um ex-presidente.

Segundo o Marcio Braga, o presidente Rodolfo Landim precisa falar mais durante um momento delicado. Ele ainda disparou contra o vice de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, dizendo que o cartola é quem manda no clube, e criticou a falta de habilidade do vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, para conduzir uma crise.

"Falei com Landim na segunda-feira. Ele falou:'Saí de lá (Maracanã) e fui embora para casa'. Eu disse para ele: 'Você tem que falar alguma coisa'. E ele me disse que não era do estilo dele. Expliquei que não é questão de estilo: 'Você foi ao eleitorado pedir votos, então, o estilo tem que ter uma satisfação para o torcedor. Você vai deixar o técnico ou vai manter o técnico?' A palavra do comandante é importante para a tropa. Flamengo está faltando comando", disse Braga, ao Uol.

" Não tenha dúvidas que tem algum erro no futebol. Salta aos olhos. Já sabemos o nível de competência do Marcos Braz. Sabemos o nível de competência, ele não tem a menor condição de comandar isso (a crise). Foi colocado lá para tapar a figura do nosso amigo, Bap. Cumpre um papel. Braz não gosta do Bap. Bap manda através do Rodolfo Landim", afirmou Braga, dizendo que Bap tem que ser exposto.

"Se o Landim não quer ser candidato à reeleição, por que o Bap não é candidato? Agora ele não tem nenhum impedimento. Vai lá para o futebol, assume uma candidatura, vai para a rua pedir voto. (…) Bap rompeu com (Eduardo, ex-presidente) Bandeira que tocou o clube com SoFla até o final. O Wallim (Vasconcellos), que era o grupo original, ele saiu do Flamengo por causa do Bap, cansado de se intrometer nos assuntos dele", disparou.

Ainda de acordo com o ex-presidente, a conversa com Landim logo depois da derrota para o Ceará teve mais cobrança. No papo, Marcio Braga voltou a criticar a força de Bap e sugeriu que o vice de relações externas se tornasse vice-presidente de futebol, já que, segundo Braga, o dirigente tem tanto interesse no futebol.

"O que disse para ele (Landim) é: 'Faz alguma coisa, demite o técnico, não demite. Conversa com o vice-presidente.' Encontraram um ponto de equilíbrio que encobre as ações deletérias do Bap e ficam escondidos. Já elegemos o Braz como grande benemérito merecidamente. É um elemento importante do Flamengo. Se o Bap quer mandar, bota ele como vice-presidente de Futebol, bota a luz do sol", comentou

Bap foi questionado sobre as declarações de Marcio Braga e, ao Uol, respondeu de forma dura o ex-presidente do clube carioca.

" O Márcio não sabe de nada do dia a dia. Está falando do que não conhece. Aproveitando para aparecer. Não entende os papéis porque não quer", afirmou Bap.