<
>

Nem Guardiola, Klopp ou Mourinho: IFFHS surpreende ao eleger melhor técnico de clubes da década

A Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) divulgou uma eleição de melhor técnico da década entre 2011 e 2020, baseada em critérios próprios. O vencedor foi Diego Simeone, com 152 pontos, oito a mais do que Pep Guardiola. O pódio ainda teve Jurgen Klopp, com 105.

O levantamento se deu de acordo com o desempenho de cada técnico ano a ano. O melhor recebia 20 pontos, o segundo ganhava 19, o terceiro ficava com 18 e assim sucessivamente até o 20º, que teria um ponto.

Desde o começo de 2012 no Atlético de Madrid, Simeone ultrapassou a marca de 500 jogos no cargo, conquistou um título de LaLiga, um da Copa do Rei, dois da Europa League, entre outros, e levou a equipe à final da Uefa Champions League em duas oportunidades.

"Sua regularidade e seu poder fizeram a diferença para vencer o prêmio", diz a nota da IFFHS.

Confira como ficou a eleição:

  • Diego Simeone - 152 pontos

  • Pep Guardiola - 144 pontos

  • Jurgen Klopp - 105 pontos

  • José Mourinho - 91 pontos

  • Massimiliano Allegri - 77 pontos

  • Unai Emery - 70 pontos

  • Zinedine Zidane - 59 pontos

  • Carlo Ancelotti - 57 pontos

  • Mauricio Pochettino - 56 pontos

  • Marcelo Gallardo - 56 pontos

  • Antonio Conte - 53 pontos

  • Claudio Ranieri - 36 pontos

  • Alex Ferguson - 35 pontos

  • Luis Enrique - 35 pontos

  • Jupp Heynckes - 34 pontos

  • Ernesto Valverde - 26 pontos

  • Arsène Wenger - 25 pontos

  • Leonardo Jardim - 25 pontos

  • Jesse Marsh - 22 pontos

  • Laurent Blanc - 21 pontos