<
>

Dedé entra com ação na Justiça contra o Cruzeiro; zagueiro pede mais de R$ 35 milhões e rescisão de contrato

play
Alex revela qual o grande desafio que espera ter como treinador: 'Para mim, é o principal fator' - (3:15)

Ex-meia falou sobre o caminho que quer trilhar como técnico (3:15)

Desde 2013 vestindo a camisa do Cruzeiro, o zagueiro Dedé entrou com uma ação contra o clube mineiro na Justiça do Trabalho. Além de cobrar uma cifra milionária, que ultrapassa os R$ 35 milhões, o jogador também pede a rescisão do seu contrato, que se encerra apenas em dezembro.

O jogador de 32 anos entrou com a mesma ação nos dia 4 e 8 de janeiro, mas teve os pedidos negados pelo juiz titular da 48ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, Marco Antônio Ribeiro Muniz Rodrigues, como publicou o Globoesporte.com. Dedé acionou a Justiça por 'falta grave do empregador'.

Segundo a defesa do zagueiro, a Raposa deve 10 meses de salário e quatro meses de depósito do FGTS. O jogado detalhou os meses em que recebeu uma parte do salário ou nenhuma.

Dedé foi além das reclamações, e ainda colocou que a Raposa não tem "qualquer previsão de regularização dos inadimplementos salariais demonstrados acima, devido a situação financeira caótica que o clube vem sofrendo por conta de sua própria malversação dos recursos aplicados".

O zagueiro não entra em campo pelo clube mineiro desde outubro de 2019, quando passou por uma nova cirurgia no joelho direito. Dedé faz o tratamento no Rio de Janeiro, mas mesmo em fase final de recuperação ainda não tem previsão de voltar aos gramados.

Enquanto isso, o clube mineiro é o 11º colocado da Série B do Campeonato Brasileiro com 44 pontos, a oito do CSA, que abre o G-4 da competição.