<
>

Campeonato Italiano: Chiesa marca duas vezes, McKennie completa, Juventus leva a melhor no clássico e acaba com invencibilidade do Milan

E deu Juventus no clássico desta quarta-feira (6) no San Siro. Em duelo válido pela 16ª rodada do Campeonato Italiano, a Velha Senhora venceu o Milan por 3 a 1, com direito a dois gols do meia Chiesa, e subiu para 4º na tabela da competição.

A primeira chegada foi dos donos da casa. Logo aos 2 minutos, Rafael Leão avançou pela esquerda, limpou diante de Danilo e chutou na entrada da área, mas a bola foi à esquerda do gol da Juve.

Aos 6 minutos, Szcesny salvou a barra do seu companheiro Bentancur. Após perder a bola na área, o meio-campista uruguaio viu Samu Castillejo chutar rasteiro e o goleiro polonês fazer boa defesa.

A primeira boa chegada da Velha Senhora foi aos 8 minutos, e com Cristiano Ronaldo. O português aproveitou sobra dada por Kessié, após tentativa de desarme de Dybala, e arriscou de primeira, por cima do gol do Milan.

Foi então que os visitantes começaram a ter mais intensidade no 1º tempo e, aos 15 minutos, acertaram bola na trave de Donnarrumma com Chiesa.

2 minutos mais tarde, o meia chegou mais uma vez e, enfim, vazou a defesa dos rivais. A jogada, iniciada pelo próprio Chiesa, terminou com lindo passe de calcanhar de Dybala e boa finalização de primeira do camisa 22 da Juventus.

A resposta do Mlan ao gol veio aos 21 minutos, com mais uma boa chegada de Rafael Leão, que finalizou com perigo, rente à trave da Juve.

O atacante português voltou a aparecer na partida logo em seguida, aos 26, forçando o goleiro polonês da equipe de Turim a fazer boa defesa.

O empate rossonero só veio aos 40 minutos. Rabiot foi desarmado no ataque, reclamou de falta, mas a jogada prosseguiu e terminou com boa assistência de Leão para Calabria, que acertou o ângulo esquerdo de Szcesny.

Após o apito final na primeira parte, os jogadores da Juve, e o técnico Andrea Pirlo, foram até o árbitro reclamar de falta em Rabiot no início do lance que originou o gol de empate rossonero.

O 2º tempo começou com boa chegada do Milan. Logo aos 2 minutos, Diogo Dalot bateu na entrada da área e forçou Szcesny fazer mais uma boa defesa na partida.

Entretanto, aos 16 minutos, a Juventus voltou a ficar na frente do placar, e mais uma vez com Chiesa. Dybala, novamente, deu assistência para o meia, que dominou na entrada da área e finalizou de pé esquerdo para vencer mais uma vez Donnarumma.

Aos 30 minutos, a Velha Senhora chegou ao 3º gol com McKennie, que entrou no lugar de Dybala na etapa final. Kulusevski fez boa jogadam entrou na área e tocou para o norte-americano que completou para o gol.

3 minutos mais tarde, um lance gerou preocupação no lado do Milan. Theo Hernández levou a pior em disputa de bola no meio do campo, e reclamou de muitas dores. Após receber atendimento, o espanhol voltou ao gramado mancando.

Com o resultado, a Juventus acabou com a invencibilidade do Milan no Campeonato Italiano, foi a 30 pontos e subiu para 4º na tabela.

Já o Milan, que sofreu a sua primeira derrota em 16 rodadas, segue com 37 pontos e na liderança, um ponto na frente da Inter de Milão, que perdeu nesta quarta para a Sampdoria.


Ficha técnica

Milan 1 x 3 Juventus

GOLS: Milan: Calabria Juventus: Chiesa (2x) e McKennie

MILAN: Donnarumma; Dalot (Maldini), Kjaer (Conti), Romagnoli e Theo Hernández; Calabria (Kalulu), Kessié, Samu Castillejo (Colombo), Hauge (Brahim Díaz) e Çalhanoglu; Rafael Leão ;Técnico: Stefano Pioli

JUVENTUS: Szcesny; Danilo, Bonucci, De Ligt e Frabotta (Demiral); Chiesa (Kulusevski), Rabiot, Bentancur (Arthur) e Ramsey (Bernardeschi); Dybala (Mckennie) e Cristiano Ronaldo;Técnico: Andrea Pirlo


Classificação

- Milan, 1º lugar, 37 pontos

- Juventus, 4º lugar, 30 pontos


Próximos jogos

  • Sábado, 09/01, 16h45*, Milan x Torino, Serie A

  • Dominho, 10/01, 16h45*, Juventus x Sassuolo, Serie A

*horário de Brasília