<
>

Brentford ficou fora da Premier League de forma surreal, 'perdeu' mais da metade dos gols e agora tenta final inédita

Sejam bons ou ruins, não faltaram momentos de emoção para o torcedor do Brentford no último ano. E mais um deles é previsto para esta terça-feira, quando o time visitará o Tottenham às 16h45 (de Brasília), com transmissão da ESPN Brasil e ESPN App.

O jogo único é válido pela semifinal da Copa da Liga Inglesa, o que já representa a maior campanha da história do clube. Agora, seu objetivo é melhorar ainda mais esse desempenho histórico com uma classificação à decisão - algo que também jamais conseguiu na Copa da Inglaterra. O grande feito do clube é o título da segunda divisão em 1934–35, e a conquista mais recente foi a da quarta divisão em 2008-09.

A última vez que um time fora da elite chegou à final foi quando o Bradford City, da quarta divisão, ficou com o vice ao perder para o Swansea City por 5 a 0 em 2012-13.

Já o último time de fora da elite a ser campeão da Copa da Liga, torneio que existe desde 1960-61, foi o Sheffield Wednesday, que superou o Manchester United na decisão de 1990-91, mesma temporada em que conseguiu o acesso ao topo do futebol nacional ao terminar no terceiro lugar da segunda divisão.

Agora, o Brentford espera viver este conto de fadas, tendo já deixado quatro times da Premier League pelo caminho. Depois de ter superado nos pênaltis o Wycombe Wanderers, da Championship, em sua estreia, o time treinado pelo dinamarquês Thomas Frank venceu o Southampton fora de casa por 2 a 0, eliminou também como visitante o West Bromwich nos pênaltis e derrotou Fulham (3 a 0) e Newcastle United (1 a 0), ambos em casa, para ficar entre os quatro remanescentes.

Além disso, a equipe da Grande Londres vive bom momento também na Championship, sustentando uma sequência de 15 jogos de invencibilidade (oito vitórias e sete empates), sendo que ganhou seus últimos três compromissos e não perde desde o fim de outubro.

O Brentford figura atualmente na quarta colocação, dentro da zona de playoffs, com seis pontos e um jogo a menos do que o líder Norwich City após 22 rodadas. Ou seja, passado metade do campeonato, o clube segue firme na briga pela promoção à Premier League, algo que esteve muito próximo de ter ocorrido em 2019-20.

Faltando dez rodadas para o fim da segunda divisão passada, o time engatou uma série de oito vitórias, mas perdeu seus dois últimos jogos, fechando no terceiro lugar com 81 pontos e indo aos playoffs.

Caso tivesse vencido na rodada derradeira, teria terminado como vice-campeão – à frente do West Bromwich (83) – e teria retornado à primeira divisão, da qual participou pela última vez em 1946-47. Porém, a equipe perdeu em casa por 2 a 1 para o Barnsley, que escapou do rebaixamento graças a este resultado.

O Brentford até eliminou o Swansea na semifinal dos playoffs, mas perdeu para o Fulham na prorrogação da final em Wembley e permaneceu na Championship. Além disso, o clube ainda perderia seus dois principais destaques.

Said Benrahma e Ollie Watkins, que foram os dois representantes do elenco presentes no time ideal da competição, se transferiram para West Ham e Aston Villa, respectivamente. O primeiro somou 17 gols e nove assistências, enquanto o segundo foi 26 vezes às redes e terminou como artilheiro da Championship ao lado de Aleksandar Mitrovic, do Fulham.

O Brentford ficou sem acesso e sem os autores de 43 dos 84 gols que marcou na Championship (incluindo playoffs). Isso, porém, não representou um golpe irreversível para o time que volta a sonhar no futebol inglês. Seja no campeonato ou na copa.