<
>

Campeonato Carioca: clubes aprovam mudança, e Estadual de 2021 será disputado em turno único

play
Eugênio estranha postura apática de Ceni à beira do campo e cobra reação do técnico: 'O Flamengo exige outro espírito' (0:57)

Para Eugênio Leal, Rogério tem que fazer como nos tempos de Fortaleza: 'Jogar junto com o time! Vibrar! Ainda não vi esse treinador...' (0:57)

O Campeonato Carioca terá mais uma mudança importante em seu formato de disputa a partir de 2021. Tradicionalmente disputado em dois turnos, o torneio passará a contar com somente uma fase.

Nesta segunda-feira (29), em reunião com a presença de representantes de 15 dos 16 clubes da primeira divisão do estadual na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), a mudança foi aprovada.

Cabofriense, Friburguense, Americano, América e os dois classificados no B1, no fim deste ano, o campeão Nova Iguaçu e o vice Sampaio Correa, participarão da fase preliminar entre 16 de janeiro e 25 de fevereiro.

Esta fase determinará dois times que disputarão o turno único e os quatro que irão brigar contra o rebaixamento.

No turno único, os quatro primeiros colocados se enfrentarão nas semifinais e finais, em partidas de ida e volta, para conhecer o grande campeão, com o 1° colocado ficando com a Taça Guanabara.

A Taça Rio, antes segundo turno, será uma disputa entre os times que terminarem entre a 5° e a 8° posição.

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, não mandou nenhum representante para a reunião. O presidente do Madureira, Elias Duba, por sua vez, não esteve presente por ser do grupo de risco e foi representado pelo mandatário do Volta Redonda, Flavio Horta.

Depois de testar positivo na entrada da reunião em teste feito pela Ferj, o vice-presidente da Portuguesa, João Rego, não participou do encontro. Marcelo Barros, mandatário do clube, não foi por estar em fim de quarentena.