<
>

Solskjaer explica como Cavani e Alex Telles trazem diferencial ao Manchester United e elege as principais atuações do time na temporada

play
Solskjaer aponta o que Alex Telles e Cavani conseguiram mudar no Manchester United (0:57)

Em entrevista exclusiva à repórter Natalie Gedra, técnico do norueguês explicou diferencial da dupla (0:57)

O Manchester United vem se recuperando aos poucos na Premier League. Depois de um início turbulento, o time comandado por Ole Gunnar Solskjaer se aproxima dos quatro primeiros colocados do torneio.

Antes do jogo deste sábado (5), contra o West Ham, o comandante norueguês conversou com exclusividade com a repórter Natalie Gedra e colocou os últimos jogos do time como prova da melhora das atuações.

“Claro, nós não estamos onde gostaríamos de estar. Nós queremos melhorar como time. Meu grupo de jogadores, trabalhando junto e melhorando. Acho que nós mostramos, ao longo dessa temporada, que estamos melhorando a cada jogo. As últimas performances foram muito boas”, avaliou.

No final da janela de transferências, os Red Devils ganharam as chegadas de Edinson Cavani e Alex Telles para reforçar o elenco. O comandante elogiou os dois e colocou ambos como adições importantes ao elenco por trazerem características novas ao time.

“Nós pensamos que os dois podem nos dar algo diferente. Porque, com os cruzamentos de Alex (Telles) e a movimentação de Edinson (Cavani) na área, eu acredito que eles podem nos dar aquele extra que nós sentimos falta na última temporada”, disse.

“Nós tínhamos grandes jogadores, com diferentes qualidades, no ataque, Mason Greenwood, Martial, Marcus Rashford são tipos diferentes de atacantes. Os laterais são diferentes entre si. A chegada dos dois nos dá uma nova maneira de jogo”, completou.

play
0:35

Solskjaer cita dois jogos que mostraram 'atitude e personalidade' do Manchester United

Treinador dos Red Devils ainda colocou dois jogos da Champions League como principais atuações da equipe

Além disso, Solskjaer citou as partidas contra Everton e Southampton como dois exemplos de como vê seu time para o restante da temporada, além de relembrar as atuações contra PSG, fora de casa, e RB Leipzig.

“É tão difícil, nós tivemos muitos bons exemplos, recentemente. Quando nós derrotamos o PSG, fora de casa, foi fantástico, quando vencemos o Leipzig, em casa, foi fantástico, mas os últimos jogos na Premier League, quando vencemos o Everton, quando estávamos sob pressão, a vitória contra o Southampton, a virada, a atitude”, afirmou.

“Esses dois jogos me fizeram manter minha fé de que podemos seguir. Porque não foram os jogos perfeitos, mas foram sobre atitude e personalidade e o time jogando junto, também”, finalizou.