<
>

Rangers: time de Gerrard tem lateral-direito com 14 gols e está há 23 jogos invicto

Há dez anos sem ser campeão escocês, o Rangers vive seu maior jejum desde o período entre 1964 e 1975. Em boa parte, por conta de ter decretado falência e ter parado na quarta divisão em 2012, só retornando à elite em 2016.

Quase tão surpreendente que a recuperação do gigante do futebol escocês é a sua campanha em 2020-21 em que o time segue invicto após 23 partidas disputadas – seu último revés foi em 6 de agosto para o Bayer Leverkusen pelas oitavas de final da Europa League passada.

Na atual campanha, a equipe treinada por Steven Gerrard (está no cargo desde o meio de 2018) soma 19 vitórias e quatro empates, sendo dois deles diante do Benfica de Jorge Jesus pela Europa League.

Nos triunfos, se destacam o 8 a 0 sobre o Hamilton Academical pelo campeonato nacional, assim como um 2 a 0 sobre o rival Celtic, fora de casa. O resultado no clássico representou a segunda vitória seguida diante do rival em um jogo oficial, algo que não ocorria desde 2009.

Aliás, em cenário nacional, o Rangers possui 11 pontos de vantagem na liderança do Campeonato Escocês, com 41 gols marcados, sete a mais do que o seu rival, que é o segundo colocado com duas partidas a menos.

Os números defensivos são ainda mais impressionantes: apenas três gols sofridos em 15 partidas disputadas – o Celtic, que é a equipe que mais se aproxima na estatística, foi vazado 13 vezes.

Um dos trunfos do sucesso do Rangers é o lateral-direito James Tavernier, autor de 14 gols – sendo oito deles em cobranças de pênalti. O defensor é nada menos do que o artilheiro isolado do Campeonato Escocês com nove gols (seis da marca da cal), um a mais do que o meio-campista Lewis Ferguson e o atacante Kevin Nisbet.

Agora, os Gers tentarão manter a série invicta nesta quinta-feira, quando receberão o Standard Liege às 17h (de Brasília), podendo garantir uma vaga no mata-mata da Europa League com uma rodada de antecedência.