<
>

Jorge Jesus nega que tenha sido machista com repórter: 'Essa carapuça não me entra'

Jorge Jesus esteve no centro de uma polemica no mundo do futebol nesta semana. Após a vitória por 2 a 1 de virada diante do Marítimo, pelo Campeonato Português, o treinador do Benfica foi acusado adotar um tom machista ao responder questão de uma jornalista portuguesa.

Após a partida da última segunda-feira, o técnico foi questionado por Rita Latas, do canal Sport TV Portugal, sobre a qualidade do futebol dos Encarnados. Na resposta, Jesus disse que a profissional da imprensa 'não sabe de qualidade de futebol'.

“Não tenho a mesma opinião que você. Também é natural que você não saiba o que é muita qualidade sobre futebol, não é?”, disse Jorge Jesus.

Nesta quarta-feira, em entrevista coletiva antes da partida contra o Lech Poznań, da Polônia, pela Uefa Europa League, o treinador aproveitou novo questionamento sobre o tema para dar sua versão sobre o ocorrido.

“Ainda bem que me fez essa pergunta, porque (as críticas) são injustas, e vou tentar explicar o porquê. Eu respondi a um jornalista. Não respondi se é branco, se é preto, se é uma senhora, se é um cavalheiro... respondi a um jornalista. Respondi dizendo que não estava de acordo com a pergunta que me fez. Não foi por, como querem crer, ser machismo. Não sei o que é isso, machismo”, disse o treinador, relembrando sua passagem pelo futebol brasileiro.

“Tive o cuidado no Brasil, onde trabalhei com tantas jornalistas, que lá são muito mais, com muito carinho. Irene Palma, jornalista de "A Bola" esteve lá no Brasil por vários dias fazendo matéria sobre o Flamengo. Essa carapuça não me entra. Também sei que hoje as sociedades são muito mascaradas, e essa é uma notícia mascarada”.

Nesta quinta-feira (03), o Benfica recebe o Lech Poznań no Estádio da Luz tentando fechar sua vaga para o mata-mata da Uefa Europa League. Esta partida terá transmissão ao vivo e exclusiva na tela do FOX Sports a partir das 17h (de Brasília), e tempo real com lances e gols direto no ESPN.com.br.